Polícia Federal investiga morte de homem abordado pela Receita Federal

A Polícia Federal irá investigar a morte de Ademir Gonçalves Costa, de 39 anos, abordado e preso por fiscais da Receita Federal, na aduana brasileira da Ponte Internacional da Amizade, por volta das 17h30 de sábado (28).

Ademir trabalhava em Cidade do Leste, no Paraguai, e voltava do trabalho quando foi parado na entrada do Brasil. Os fiscais informaram que ele teria resistido à abordagem e acabou detido com algemas e levada para uma sala na própria aduana, onde passou mal e morreu.

Familiares de Ademir contaram que foi usado spray de pimenta, produto que ele seria alérgico. Eles informaram ainda, que o corpo apresentava sinais de hematomas. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Foz do Iguaçu. O laudo com a causa da morte será feito em Curitiba.

No domingo(29), a Receita Federal do Brasil emitiu uma nota sobre o fato. Veja:

A Receita Federal informa que o homem abordado em um mototáxi neste sábado quando entrava no Brasil pela Ponte da Amizade apresentava-se em estado alterado e reagiu à abordagem.

Por causa de seu estado alterado foi realizado um primeiro acionamento do Samu. Enquanto aguardava, o homem passou para um quadro de convulsão tendo expelido sangue e um pedaço de plástico pela boca.

Novamente o Samu foi acionado tendo sido relatada a mudança de quadro agressivo para de convulsão.

Depois de constatado o óbito, a Polícia Federal foi acionada para realizar as perícias necessárias. Via Rádio Cultura

Comente no Facebook

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Anúncios

DEIXE UMA RESPOSTA

Coloque seu comentpario
Coloque o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.