Polícia Federal investiga morte de homem abordado pela Receita Federal

0
50

A Polícia Federal irá investigar a morte de Ademir Gonçalves Costa, de 39 anos, abordado e preso por fiscais da Receita Federal, na aduana brasileira da Ponte Internacional da Amizade, por volta das 17h30 de sábado (28).

Ademir trabalhava em Cidade do Leste, no Paraguai, e voltava do trabalho quando foi parado na entrada do Brasil. Os fiscais informaram que ele teria resistido à abordagem e acabou detido com algemas e levada para uma sala na própria aduana, onde passou mal e morreu.

Familiares de Ademir contaram que foi usado spray de pimenta, produto que ele seria alérgico. Eles informaram ainda, que o corpo apresentava sinais de hematomas. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Foz do Iguaçu. O laudo com a causa da morte será feito em Curitiba.

No domingo(29), a Receita Federal do Brasil emitiu uma nota sobre o fato. Veja:

A Receita Federal informa que o homem abordado em um mototáxi neste sábado quando entrava no Brasil pela Ponte da Amizade apresentava-se em estado alterado e reagiu à abordagem.

Por causa de seu estado alterado foi realizado um primeiro acionamento do Samu. Enquanto aguardava, o homem passou para um quadro de convulsão tendo expelido sangue e um pedaço de plástico pela boca.

Novamente o Samu foi acionado tendo sido relatada a mudança de quadro agressivo para de convulsão.

Depois de constatado o óbito, a Polícia Federal foi acionada para realizar as perícias necessárias. Via Rádio Cultura

DEIXE UMA RESPOSTA

Coloque seu comentpario
Coloque o seu nome

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.