Ponte de vidro na China quebra e deixa turista pendurado 100m acima do solo

0

Um homem em um resort turístico no nordeste da China ficou preso em uma ponte com fundo de vidro de quase 330 pés (100 metros) de altura depois que a estrutura foi parcialmente quebrada por ventos fortes, de acordo com o governo da cidade.

Vários painéis de vidro da passarela Piyanshan na cidade de Longjing foram danificados pelo clima extremo na área turística da montanha Piyan, de acordo com um comunicado publicado na conta oficial da rede social Weibo da cidade.

Os painéis de vidro sob os pés do turista teriam rachado e caído em direção aos penhascos abaixo da ponte.

O homem supostamente se agarrou às grades de proteção da ponte, com várias lacunas vistas à sua frente entre as vigas que se estendem por cerca de 2,4 m horizontalmente através da ponte, de acordo com o jornal Apple Daily de Hong Kong.

O homem ficou preso na ponte, que tem cerca de 400 metros de comprimento, depois que várias peças do deck de vidro explodiram com rajadas de vento de cerca de 150 km/h na área em torno de 12h45, hora local na sexta-feira, disse o governo da cidade.

De acordo com o comitê do partido municipal Longjing, a área teve rajadas de vento recordes entre 12 e 13 na escala de vento de Beaufort de 1 a 17, informou o Apple Daily.

O turista finalmente conseguiu rastejar de volta à segurança por volta das 13h20 após os esforços conjuntos de resgate de bombeiros e policiais, bem como de equipe florestal e de turismo.

A declaração compartilhada no Weibo disse: “Nossa equipe correu para o local com equipamentos de emergência e transferiu com sucesso a pessoa presa para um local seguro. O incidente não causou vítimas.

“A pessoa presa foi levada ao hospital para observação. Ele recebeu alta porque sua condição física e mental estavam estáveis”, acrescentou o comunicado.

A ponte está fechada até novo aviso. A prefeitura da cidade está realizando uma inspeção de segurança em todos os pontos turísticos da região, com o último incidente a ser investigado.

O último incidente levantou preocupações sobre a segurança das pontes com fundo de vidro na China, onde pelo menos 60 delas foram ou estão sendo construídas desde 2016, de acordo com a revista Earth publicada pelo Museu Geológico da China.

Pontes de vidro são comumente encontradas nas províncias montanhosas da China, como Jiangxi, Yunnan e Hunan, que abriga uma das pontes de vidro mais famosas do país, com cerca de 430 metros de comprimento e cerca de 14 metros de largura, em Zhangjiajie.

Ela está suspensa entre dois penhascos íngremes a cerca de 300 metros acima do solo.

De acordo com as diretrizes, as pontes de vidro devem ser fechadas durante mau tempo e desastres naturais e o número de pedestres deve ser limitado a não mais do que três pessoas por metro quadrado, informou a agência estatal de notícias chinesa Xinhua.

Conteúdo traduzido da fonte Newsweek por Wesley Carrijo para o Jornal Contábil