Muitas pessoas não entendem por que apenas o empréstimo para negativados com desconto em folha (consignado) é fornecido pelos bancos. Dessa forma, trabalhadores da iniciativa privada, ou seja, aqueles que trabalham para uma empresa que tem dono, ficam de fora. Geralmente, quem consegue o empréstimo consignado são os trabalhadores de órgãos e empresas públicas, militares, pensionistas do INSS e aposentados.

Bradesco e Banco Inter fazem exceção

Na verdade, há exceções, mas você vai entender o porquê. O Bradesco faz empréstimo consignado para trabalhadores da iniciativa privada, desde que a empresa onde o trabalhador exerce sua função tenha vínculo com o Bradesco. Dessa forma, o banco consegue fazer o desconto em folha, pois o salário desse trabalhador passará todos os meses pelo Bradesco.

Da mesma forma, o Banco Inter oferece empréstimo consignado mesmo para negativados, desde que sejam funcionários das empresas que tem relacionamento com o banco (Conedi, EletroTransol, Log Commercial, Magnus, MRV, Prime Incorporações, Urbamais, Zetrasoft). Assim como outros bancos, o Banco Inter também oferece empréstimo para aposentados, pensionistas ou funcionários públicos.

Por que a maioria dos bancos não fazem empréstimo para negativados?

Primeiramente, é importante entender por que os bancos não fazem empréstimo para negativados. Quando empresta dinheiro, o banco precisa de uma garantia de pagamento, ou seja, ele tem que poder tirar algo do cliente em caso de não pagamento.

Quando o cliente tem o nome limpo e o score alto, essa é a garantia. Isso porque, em caso de não pagamento, a dívida será cadastrada nos birôs de crédito, como Boa Vista SCPC e Serasa. E o nome do cliente só ficará limpo quando ele quitar essa dívida, ou quando passarem 5 anos (dívida caducada).

Mas, e quando o cliente não tem mais o nome limpo, o que ele tem a oferecer? Se ele tem uma renda na iniciativa pública, é possível fazer o consignado porque ele tem estabilidade financeira. Já no caso do trabalhador da iniciativa privada, não há essa garantia, pois ele pode ser demitido a qualquer momento e o banco não poderá mais descontar as parcelas do empréstimo. Dessa forma, a maioria dos bancos não fazem empréstimo para negativados.

empréstimos

Empréstimo para negativados usando um bem como garantia

Entretanto, há uma modalidade que o trabalhador da iniciativa privada que está negativado pode contratar, mas como falei antes, é necessário alguma garantia. Você pode usar um bem como garantia, como seu imóvel ou seu carro. Nestes casos, o banco libera o empréstimo e, caso você não pague, seu bem será tomado pelo banco. Entretanto, se pagar corretamente todas as parcelas, não há com o que se preocupar, pois o banco não irá tomar nada seu.

Dentro dessa mesma lógica temos o penhor, uma modalidade que pode ser usada por pessoas negativadas. A modalidade é oferecida pela Caixa Econômica Federal e você pode deixar jóias, prata, outro, diamante, canetas e relógios de valor como garantia. No caso de não pagamento das parcelas, o bem será penhorado no leilão da Caixa. Para pegar um empréstimo com penhor, vá até uma agência da Caixa que trabalhe com essa modalidade.

Empréstimo para negativados sem garantias existe?

Existir até existe, mas pode não valer a pena. Um empréstimo sem garantia de renda ou de bem até pode ser concedido por alguma empresa do setor financeiro, mas costuma ter juros muito altos. Isso porque o risco de você não pagar é maior. Sendo assim, geralmente não vale a pena, pois os empréstimos sem comprovação de renda ou sem garantia tem juros maiores do que outras opções de crédito.

Cuidado com o golpe do empréstimo

É necessário tomar muito cuidado na hora de procurar um empréstimo para negativado, pois os golpistas, sabendo das dificuldades de conseguir dinheiro nesse caso, se aproveitam da necessidade da pessoa e praticam seus golpes. Aqui você confere 10 dicas para não ser uma vítima destes golpes.

Conteúdo original Seu crédito Digital