Você está com o “nome sujo”? Seu CPF está negativado pelos órgãos de proteção ao crédito como SPC/Serasa? Infelizmente esse também é o caso de muitos brasileiros. Pagar as contas em dia está cada vez mais difícil para boa parte da população, né? :/

Pessoas que querem abrir o seu cadastro MEI – Microempreendedor Individual – se preocupam com essa situação e ficam sem saber se podem abrir um MEI com nome sujo. Será que é um impeditivo estar com o nome sujo? Vamos te ajudar com essa dúvida. Continue lendo aqui:

Posso ser MEI com nome sujo?

Na verdade, pode até parecer algo meio estranho, mas quem tem nome sujo pode ser MEI sim! Olha só que coisa boa. 🙂

Para fazer o seu cadastro de registro de empresa formal, o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) não tem participação e nem checa seu CPF antes.

Esse tal de nome sujo pode afetar a sua empresa no momento de pedir crédito, já que quem está com nome sujo no SPC, está restrito para compras que sejam feitas a prazo por ter pendências de pagamentos anteriores.

Por isso, se você quer que a sua empresa cresça mais e mais, procure deixar todas as suas dívidas zeradas. Sabemos que é difícil e estamos aqui para ajudar. Entre em contato com a Receita Federal e saiba como você pode resolver a sua situação.

MEI

Como conseguir um empréstimo para MEI mesmo com o nome sujo?

Penhor da Caixa

O Penhor da Caixa é muito fácil de fazer e dispensa a apresentação de documentos adicionais, como um comprovante de residência, que muitas vezes o MEI não possui. Para isso, basta ir presencialmente até uma agência da Caixa que possua Penhor, levando jóias, metais nobres, diamentes lapidados, pérolas, relógios, canetas e pratarias (desde que sejam originais ou de valor).

O valor mínimo do empréstimo é de R$ 50 e o valor máximo é de R$ 100 mil por cliente, sendo o correspondente a até 85% do bem. Você tem de 30 a 180 dias para quitar o empréstimo, e caso não pague no prazo, poderá ser o seu bem leiloado. Para conferir maiores informações desta modalidade de crédito, leia este artigo aqui, que produzimos anteriormente.

Empréstimo com garantia de imóvel

O empréstimo com garantia de imóvel, ao contrário do que muita gente imagina, esta é a modalidade de crédito ideal para quem precisa de dinheiro, com pouca burocracia e com a menor taxa de juros. Através de um empréstimo com garantia de imóvel, você consegue até 50% do seu valor em crédito e pagar em até 180 meses, como o do Banco Inter, por exemplo.

Outra modalidade de crédito que não deixa de ser vantajosa é o empréstimo com garantia de veículo. Da mesma forma que o anterior, você precisa ter um veículo quitado e oferecê-lo como garantia em um empréstimo para MEI. Com isso, consegue taxas de juros que podem ainda mais atrativas do que o empréstimo consignado. Caso queira conferir maiores informações, leia este artigo que publicamos anteriormente aqui no nosso site.

Uma outra possibilidade de fazer um empréstimo para MEI é através do banco em que você mantém relacionamento. Certamente, será bem mais fácil de comprovar a sua renda, pois você movimenta a conta por lá. Neste caso, para profissionais informais, freelancers ou autônomos, o extrato da sua conta bancária pode ser suficiente. Entretanto, ter em mãos a declaração do imposto de renda pode ser importante.

O que fazer se não conseguir um empréstimo para MEI?

Nós do site Seu Crédito Digital costumamos indicar aos nossos leitores a fintech Bom Pra Crédito para quem estiver precisando de dinheiro. Portanto, caso tenha interesse em pedir empréstimo com eles, clique aqui neste link.

Como pode ver, é possível sim fazer um empréstimo para MEI mesmo com nome sujo. Agora que você já sabe como proceder, não perca mais tempo. Mude a sua vida ainda hoje, invista no seu próprio negócio ou limpe seu nome.

DICA EXTRA: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio

Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana.

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!



Com informações Super Digital e Seu crédito digital, adaptado por Jornal Contábil