PPP: Saiba mais sobre o documento essencial para aposentadoria especial

Saiba o que é PPP e como solicitar

A aposentadoria especial é devida aos profissionais exercem atividades com risco à saúde ou à integridade física.

Se esse é o seu caso, e você almeja essa aposentadoria, já adianto que ela exige requisitos bastante rígidos. E para conseguir provar que você realmente trabalhou com atividades que colocavam sua vida em risco, são solicitados alguns documentos específicos, entre eles o PPP.

Se você nunca ouviu falar e não sabe o que é PPP, continue conosco que nós vamos te falar tudo sobre esse documento tão importante.

O que é PPP e para que ele serve?

O PPP ou Perfil Profissiográfico Previdenciário nada mais é que um formulário histórico-laboral individual que concentra todos os dados da vida funcional do trabalhador.

Nele irá conter a descrição da atividade com risco à saúde ou à integridade física e o período que a exerceu, o agente nocivo ao qual está/estava exposto, a intensidade e a concentração desse agente, exames médicos clínicos, além de dados referentes à empresa.

O PPP é essencial no momento de solicitar sua aposentadoria, não somente a especial como qualquer outra aposentadoria, isso porque por mais curto que seja esse período poderá beneficiar o trabalhador antecipando a aposentadoria e aumentando o seu valor.

Como solicitar o PPP?

Para solicitar o PPP você deve ir ao RH da sua empresa, pois não há um sistema que permita obter o PPP pela Internet.

A empresa é obrigada a entregar a documentação assim que você é desligado da empresa, mas as vezes isso não acontece, então será necessário ir solicitar. A empresa terá até 30 dias para emitir o documento para você.

A emissão do PPP passou a ser obrigatória a partir de 1ª de abril de 2004, conforme inteligência da IN 96/2003, e sua previsão legal encontra-se no 4º do artigo 58 da Lei 8.213/91. 

Outra questão é que pode ocorrer o fechamento desta empresa. Caso isso aconteça você terá algumas dificuldades. Mas nesses casos é recomendado:

  • Procurar os antigos sócios da empresa
  • Procurar o seu sindicato

Em caso de não fornecimento, a instituição estará sujeita a multa que varia de R$ 2.519,31 a R$ 251.929,36, a depender da gravidade da infração, segundo previsto na Portaria nº 914/2020 do Ministério da Economia.

Aposentadoria especial

Trabalhadores que exercem suas atividades expostos a agentes nocivos ou perigosos à saúde, como agentes físicos, químicos ou biológicos, tem direito a aposentadoria especial.

Com a reforma previdenciária, a idade mínima e as exigências de tempo mínimo de pagamento para o direito à aposentadoria especial mudaram:

  • Atividade de risco baixo: 25 anos de contribuição + Idade mínima de 60 anos 
  • Atividade de risco médio: 20 anos de contribuição + Idade mínima de 58 anos
  • Atividade de risco alto: 15 anos de contribuição + Idade mínima de 55 anos 

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.