Principais doenças que podem garantir a aposentadoria em 2022

Saiba quais doenças podem garantir a aposentadoria por invalidez do INSS

Um tema muito comum por parte dos trabalhadores que são acometidos por alguma doença, diz respeito a possibilidade da concessão da aposentadoria por invalidez.

Antes de mais nada o segurado precisa saber que existem algumas exigências para que seja possível garantir a concessão da aposentadoria.

Requisitos para a Aposentadoria por Invalidez

Como qualquer benefício do INSS, para garantir a concessão da aposentadoria por invalidez é necessário se atentar a alguns requisitos próprios.

Sendo assim, veja as exigências para a concessão da aposentadoria por invalidez:

  • Ter uma carência mínima de 12 meses;
  • Estar contribuindo para o INSS no momento em que a doença te incapacita ou estar no período de graça;
  • Estar incapaz total e permanente para o trabalho, devidamente comprovada através de um laudo médico pericial. Isto é, você precisa estar incapaz para o trabalho habitual, não podendo se reabilitar para outras profissões.

Importante destacar que dizer os requisitos são os mesmos para os homens e para as mulheres.

Doenças que dão direito a aposentadoria

Apesar de saber que o que garante a aposentadoria por invalidez não é a doença em si, mas sim a condição de invalidez de forma permanente por parte do segurado.

Existem algumas doenças que estão previstas na Portaria Interministerial MPAS/MS n.º 2.998 de 2001, que dispensam a necessidade da carência para a concessão da aposentadoria.

Nesse rol de doenças a carência é isenta devido a gravidade da condição deixada pela doença, sendo assim, confira quais são as doenças que dão direito a aposentadoria mesmo sem a carência mínima:

  • alienação mental;
  • cardiopatia grave;
  • cegueira bilateral;
  • contaminação por radiação, baseada em conclusão médica especializada;
  • doença de Parkinson;
  • espondiloartrose anquilosante;
  • estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante);
  • hanseníase;
  • hepatopatia grave;
  • nefropatia grave;
  • neoplasia maligna (câncer);
  • paralisia incapacitante e irreversível;
  • síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS);
  • tuberculose ativa.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.