Problemas com o Cartão de Crédito? Saiba como usá-lo ao seu favor

0

Para muitos brasileiros o uso do cartão de crédito acaba por ser um vilão no gerenciamento de suas finanças, tendo em vista que o caráter consumista da população os leva muitas vezes a gastar mais do que se rende mensalmente. Além disso, a natureza dos bancos contribui com este cenário através de suas cobranças e taxas abusivas, na qual o usuário se atola, por vezes, não estar ciente o que está sendo ali recolhido pelas instituições financeiras.

Posto isto, é essencial que a filosofia do banco ocorra de forma transparente alertando ao cliente o que ali será tarifado.  Em razão disso, é primordial que se esteja atento a respeito do que está sendo cobrado em seus gastos no crédito. 

Sendo assim, entenda como controlar seus gastos, e usar o cartão de crédito ao seu favor.

6 dicas para controlar as finanças no crédito

Controle o número de cartões: De antemão, é necessário colocar um limite, tendo em sua posse dois cartões no máximo. Pois, feito isso, além de ajudar automaticamente no controle dos gastos, facilita na hora de se organizar.

Designed by @wayhomestudio / freepik

Reduza o limite do cartão: Mais uma forma de limitar a sede de consumo presente em muitos brasileiros, é colocar um teto para seus gastos, em vista que esse processo facilita o controle ao ver o saldo disponível diminuindo. Sendo assim, o ideal é sempre ter um limite compatível a renda mensal.

Avalie o custo benefício: O cartão de crédito traz inúmeras vantagens quando usado de maneira inteligente, como o parcelamento de alguns produtos e serviços, ou em caso de emergências, todavia, deve-se estar atento ao que é cobrado em cima do que foi usado nos créditos, como anuidades e juros nas compras.

Hoje em dia já estão disponíveis opções de bancos onde não se cobra taxas abusivas e nem anuidades, na maioria das vezes bancos digitais como o Nubank.

Pague o valor total da fatura: Quando não pago o valor integral, se cai no rotativo do cartão de crédito, onde será cobrado juros mais altos, consequentemente desorganizando sua gestão financeira. Posto isto, é necessário bater mais uma vez na tecla, na qual é crucial conter o limite do cartão, visto que dificilmente será preciso parcelar a fatura.

Conteúdo por Lucas Machado