Quando chega a hora de declarar o imposto de renda, pessoas físicas e jurídicas precisam de atenção redobrada para não terem problemas com o fisco. As leis fiscais mudam praticamente a cada ano, e um erro pode acabar custando-lhe dinheiro ou pior — você pode ser acusado de fraude fiscal. Erros menores acontecem o tempo todo e não necessariamente resultarão em uma multa. Ainda assim, é importante minimizar as chances de algo errado acontecer. Aqui estão alguns erros que você pode cometer e que podem trazer problemas com o fisco. Vamos lá?

Deu a louca na Ensino Contábil, cursos de 80 a 110 reais (Saiba Mais)

1. Estar classificado no regime tributário errado

As regras de dedução variam de acordo com o tipo do negócio e seu porte, mas as regras podem ser facilmente mal interpretadas. Se você é um empreendedor, então você sabe quão valiosas essas deduções podem ser. Certifique-se de verificar que sua empresa está enquadrada no regime tributário correto e as regras para cada regime, de forma a evitar problemas com o fisco.

2. Não guardar recibos de despesas

Muitos donos de empresas não conseguem salvar cópias de recibos de despesas do negócio, o que pode resultar em uma série de impostos, problemas na contabilidade e no fluxo de caixa. Não guardar os documentos fiscais e recibos pode trazer sérios problemas com o fisco em caso de uma auditoria.

As alternativas mais viáveis para se ver livre desse tipo de problema é ter um maior cuidado com os processos que envolvem as questões fiscais. A adoção de procedimentos padrão para a guarda dos recibos é algo fundamental na rotina de um negócio.

3. Não declarar despesas em dinheiro

Muitas empresas possuem operações feitas com o próprio papel moeda, como a aquisição e venda de bens. Muitas vezes essas transações são simplesmente “esquecidas” na hora de fazer a declaração. É crucial para os empresários acompanhar todas as despesas relacionadas com a execução do negócio. Enquanto os cartões de crédito, cartões de débito e cheques são facilmente rastreáveis na conta bancária, os gastos em dinheiro podem se perder ao não serem registrados. Certifique-se de desenvolver um método para monitorar esse tipo de despesa.

4. Não contratar um profissional para lidar com impostos

Proprietários de pequenas empresas, muitas vezes, tentam economizar fazendo suas próprias declarações de impostos. Na realidade, não contratar um profissional pode custar muito dinheiro e ainda fazer com que apareçam problemas com o fisco, levando até a penalidades e outras taxas.

Gastar dinheiro para contratar um profissional significa que você terá um especialista que sabe o que está fazendo e pode aplicar as táticas certas para a sua situação financeira. Eles podem manter-se atualizados sobre as leis fiscais em constante mudança, e ajudá-lo a planejar-se com antecedência para potenciais aumentos de impostos. Um contador profissional também pode ajudar a manter seus custos menores, uma vez que faz todo o trabalho de preparação.

A boa notícia é que a Receita Federal não considera erros acidentais como fraude. Mesmo assim, os erros podem custar-lhe um reembolso, na melhor das hipóteses, e uma multa alta na pior. O fisco dá, ainda, possibilidades de retificação.

Via Auditto

Comente

Comentários

Deixe uma Dúvida