Produtor de orgânico de Sergipe realiza reflorestamento em comunidade com apoio da Emdagro

A ação foi realizada no último dia (14 de Junho), com o objetivo de enriquecer a vegetação nativa existente no local.

Técnicos do escritório central e do escritório local Itabaiana da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) participaram de um trabalho de reflorestamento na Serra de São José, da comunidade Mangabeira, município de Campo do Brito, Agreste sergipano, realizado pelo agricultor familiar e produtor de orgânicos José Adelson Fonseca.

A ação foi realizada no último dia (14 de Junho), com o objetivo de enriquecer a vegetação nativa existente no local com o plantio de 350 mudas de espécies florestais.

As mudas que o agricultor familiar utilizou para o reflorestamento foram fornecidas pelo Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec) e pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) por meio de articulação da equipe de Sustentabilidade Ambiental da Coordenadoria de Agricultura e Sustentabilidade Ambiental (Coasam), que atendeu à demanda do agricultor aproveitando o período das chuvas. 

José Adelson alerta que: “A área em que estamos é uma área devastada, e nós estamos reflorestando com o apoio da Emdagro, que ajudou na aquisição das mudas na Sergipetec. Não basta só destruir para cultivar, temos que também reflorestar porque temos que pensar em nosso planeta e no futuro de nossos filhos”.

Durante o trabalho, os técnicos da Emdagro explicaram a importância da atividade de reflorestamento para o meio ambiente e enfatizaram a necessidade de todos contribuírem com a proteção ambiental e fazerem a sua parte para restaurar as áreas de Reserva Legal (RL) e das Áreas de Preservação Permanente (APP), a fim de preservar a biodiversidade do ecossistema, entre outras funções ambientais. 

“Essa atividade de reflorestamento reforça o compromisso da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) com as questões ambientais de forma a mitigar os impactos com o nosso agroecossisteemas”, destacou o chefe do escritório local da Emdagro em Itabaiana, Waltenis Braga.

Comentários estão fechados.