A profissão de contador é uma das mais impactadas pela revolução digital e continua evoluindo em alta velocidade.

Em 2020, a tecnologia deve atingir seu auge na área e consolidar um novo mercado de contabilidade — muito mais ágil, dinâmico e competitivo.

Ou seja: quem quiser se manter relevante daqui para frente terá que acompanhar o ritmo das mudanças.  

Você deve estar sentindo isso na pele, mas será que está pronto para encarar os novos desafios?

É o que você vai descobrir neste artigo, feito especialmente para esclarecer o futuro da profissão de contador.

Siga a leitura e encare 2020 de frente. 

A evolução da profissão de contador

Quando a tecnologia começou a transformar a profissão de contador, houve até quem temesse a substituição dos profissionais humanos por computadores.

É só lembrar daquele estudo da Oxford University, publicado em 2013, que anunciava uma chance de 94% de os contadores serem substituídos pela inteligência artificial. 

Felizmente, essa fase já passou e os contadores estão cientes de que as soluções tecnológicas vieram para contribuir com seu trabalho — e não tomar seus empregos. 

Nas palavras do professor Miklos A. Vasarhelyi, da Rutgers University, “a tecnologia traz muitos benefícios, mas também muitos desafios”, conforme exposto em seu seminário divulgado em 2018 pelo Conselho Federal de Contabilidade. 

Ele deixa claro que não existe nenhuma chance de a contabilidade acabar, muito pelo contrário: os sistemas contábeis é que vão ficar mais avançados e inteligentes.

Essa mudança exige mais habilidades do profissional, mas ao mesmo tempo aumenta sua produtividade e automatiza tarefas, liberando mais tempo para se dedicar às questões estratégicas dos clientes e para agregar valor aos serviços. 

No mesmo evento, ele ainda menciona o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) brasileiro como um exemplo dessa evolução.

Nessa onda digital, mudam também as demandas dos clientes, que deixam de enxergar os contadores como meros escriturários e passam a reconhecê-los como aliados estratégicos do negócio.

Então, será que você está preparado para essa nova realidade da profissão de contador em 2020?

É o que vamos descobrir ao longo do artigo. 

A ascensão do contador digital 

Em 2020, a contabilidade digital deve atingir seu auge e consolidar uma nova era da profissão de contador. 

De acordo com o relatório The Practice of Now 2019, publicado pela Sage, 90% dos contadores do mundo todo afirmam que a contabilidade está passando por um momento de revolução cultural.

Essa transformação está sendo impulsionada pelo mercado de tecnologia e pelos clientes, que demandam muito mais da contabilidade do que antigamente.

Embora o Brasil ainda não esteja no mesmo patamar de outros países nessa área, tudo indica que este ano será marcado por um rápido progresso

No Brasil, 6 em cada 10 PMEs (61%) ainda utilizam o Microsoft Excel e outros programas de planilhas para organizar sua contabilidade, de acordo com uma pesquisa realizada pela empresa Capterra e a consultoria Gartner, publicada em 2019 na Revista PEGN.

Ao mesmo tempo, 25% das empresas já estão utilizando soluções de contabilidade digital.

Mas uma notícia importante é que a maioria já está se planejando para evoluir nessa área: 95% pretendem investir em uma solução digital nos próximos 12 meses — ou seja, a partir de 2020. 

Então, o único caminho possível é digitalizar seus serviços e explorar tudo o que as novas tecnologias têm a oferecer para a profissão de contador.

Lembrando que já são mais de 70 mil contadores e empresas contábeis registrados no Conselho Federal de Contabilidade, disputando um mercado cada vez mais competitivo. 

A seguir, você vai entender melhor quais desafios e oportunidades o aguardam. 

9 desafios e mudanças da profissão de contador para 2020 

Agora que você já se situou no novo cenário da profissão de contador, precisa se preparar para os desafios e mudanças em 2020.

Veja quais serão suas missões: 

1. Assumir o papel de contador consultor

O primeiro desafio foi lançado há algum tempo e muitos profissionais já abraçaram: assumir o novo papel do contador consultor para apoiar o crescimento de seus clientes.

Já falamos bastante aqui no blog sobre a necessidade de ir além dos serviços burocráticos tradicionais e oferecer uma consultoria estratégica para as empresas. 

Com esse novo perfil, o contador se torna um parceiro indispensável do empreendedor e uma fonte de informações valiosas para a tomada de decisão — e não somente um profissional que cuida de obrigações fiscais.

2. Acompanhar a evolução da tecnologia

Na pesquisa da Sage, 85% dos contadores afirmam que é preciso acompanhar o ritmo dos avanços tecnológicos para manter os serviços contábeis competitivos no mercado.

Em outro estudo da mesma empresa, divulgado na Rede Jornal Contábil em 2018, a inteligência artificial aparece como a principal tecnologia aliada dos contadores para se diferenciar no mercado.

De acordo com a pesquisa, 77% dos contadores brasileiros pretendem usar a IA nos próximos três anos para automatizar tarefas e oferecer serviços mais inteligentes para seus clientes.

Além disso, 87% afirmam que a contabilidade na nuvem é fundamental para a expansão dos negócios e 72% já adotaram uma solução do tipo. 

Inclusive, são justamente essas tecnologias que permitem aos contadores oferecer serviços de consultoria mais sofisticados, que se baseiam na análise em tempo real dos dados dos clientes.

Por isso, em 2020, não há outra escolha senão adotar as novas tecnologias da contabilidade para se manter competitivo e agilizar as rotinas.

3. Preparar-se para a Lei Geral de Proteção de Dados

Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrará em vigor em agosto de 2020, e você precisa estar preparado para se adequar às novas exigências. 

Afinal, os contadores guardam todas as informações contábeis, fiscais e financeiras de empresas e colaboradores, e precisam garantir a privacidade e segurança desses dados — além de demonstrar total transparência com os clientes.

Entre as obrigações previstas, está a obtenção de consentimento dos clientes para reter, registrar e armazenar qualquer dado pessoal, além de garantir uma infraestrutura segura para as informações.

Além disso, a nova lei abre caminho para a criação de serviços de consultoria focados na adequação dos clientes e soluções de cibersegurança

4. Atentar-se às alterações do SPED

Outra questão importante para 2020 é conferir as alterações do SPED para começar o ano por dentro da legislação.

As novas orientações e versões dos programas já foram publicadas pela Receita Federal e trazem mudanças nos leiautes da ECD e ECF. 

Essas alterações vão exigir adequações em sistemas digitais e podem impactar várias operações — daí a importância de se atualizar o quanto antes. 

5. Acompanhar as mudanças do Contrato de Trabalho Verde e Amarelo

eSocial também ajustou seu leiaute para se adequar às mudanças do Contrato de Trabalho Verde e Amarelo, oficializado pela Medida Provisória 905

De acordo com a nova modalidade de contratação, jovens entre 18 e 29 anos de idade poderão ser contratados com redução de 8% para 2% da alíquota do FGTS para empresas, com redução para metade da multa sobre o saldo no ato da extinção. 

Além disso, haverá isenção para as parcelas de contribuição previdenciária patronal, salário-educação e contribuições sociais destinadas ao Sistema S.

6. Adaptar-se às mudanças no Simples Nacional

O Simples Nacional publicou as mudanças para 2020, envolvendo principalmente o prazo para opção e atividades do MEI.

Antes, o prazo para ingressar no Simples Nacional era de 180 dias, e agora será reduzido para 60 dias, contando a partir da data de emissão do CNPJ.

Uma mudança que gerou polêmica foi a exclusão de 14 ocupações do MEI, abrangendo principalmente professores particulares, músicos e profissionais do entretenimento. 

Atualmente, a medida foi revogada e está em revisão pelo Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN).

7. Ajustar a cobrança de honorários

cobrança de honorários segue sendo um desafio para a profissão de contador em 2020, com a diversificação dos serviços e aumento da concorrência (especialmente no meio digital).

Hoje, a tendência é cobrar por pacote de serviços e ajustar os planos a cada cliente, personalizando ao máximo para chegar ao custo-benefício ideal para ambos. 

Para isso, você também vai precisar da tecnologia para mensurar o esforço e horas de trabalho dedicadas aos seus clientes. 

8. Oferecer atendimento personalizado

Oferecer atendimento personalizado significa ir além dos contatos pontuais para falar sobre documentos e tirar dúvidas.

Para 2020, seu desafio é criar uma relação mais próxima com seus clientes e estar presente nos momentos de tomada de decisão, concretizando o papel estratégico do qual falamos antes.

Uma forma de fazer isso é utilizar canais de comunicação online como chamadas de vídeo online pelo Skype ou Hangouts e mensagens no WhatsApp, por exemplo. 

Quanto mais você direcionar as soluções às necessidades do cliente e mostrar proatividade para apoiar seu negócio, mais valor será agregado aos seus serviços. 

9. Garantir a presença digital 

Se você ainda não investiu na sua presença digital, chegou a hora de dedicar um tempo a essa missão. 

Daqui para frente, os contadores que não estiverem presentes na internet por meio de sites, blogs e redes sociais estarão facilitando para seus concorrentes e perdendo muitas oportunidades de negócio.

Para começar, você pode apostar no marketing de conteúdo e publicar posts que reforcem sua autoridade em seus nichos de atuação, atraindo mais clientes pela qualidade e relevância dos textos.

DICA EXTRA: O primeiro passo para contadores

Atenção você contador ou estudante de contabilidade, o trabalho para seguir com sucesso na carreira profissional é árduo, inúmeros são os desafios que vamos precisar superar nessa jornada. Mas tenha em mente que o conhecimento é o maior bem que você pode ter para conseguir conquistar qualquer que seja os seus objetivos. Exatamente por isso apresentamos para você o curso CONTADOR PROFISSIONAL NA PRÁTICA, o curso é sem enrolação, totalmente prático, você vai aprender todos os processos que um contador experiente precisa saber.

Aprenda como abrir, alterar e encerrar empresas, além da parte fiscal de empresas do Simples Nacional, Lucro Presumido e MEIs. Tenha todo o conhecimento sobre Contabilidade, Imposto de Renda, SPED e muito mais. Está é uma ótima opção para quem deseja ter todo o conhecimento que um bom contador precisa ter, quer saber mais? Então clique aqui e não perca esta oportunidade que com certeza vai transformar sua carreira profissional!

Conteúdo original ContaAzul