Profissionais Agilistas: Essenciais para aceleração da transformação digital nas empresas

0

A transformação digital está em alta. Nos últimos meses, seja para manter a competitividade ou pela própria sobrevivência, as empresas têm investido na adaptação de modelos de negócios – que agora são mais digitais, ágeis e remotos.

O interessante é que até mesmo as companhias mais tradicionais e resistentes a mudanças enxergaram a importância da modernização em seus processos.

Um parâmetro para essa demanda por adaptações está no aumento de 400% por mês no número de lojas que aderiram ao e-commerce durante a quarentena, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

Neste sentido, a aceleração da busca por transformação digital tem refletido também no setor de TI, que, para lidar com a complexidade de soluções tecnológicas imediatistas, tem enxergado o profissional agilista como alternativa viável.

Trata-se de um profissional que auxilia na implementação de metodologias ágeis, que é parte importante do processo de desenvolvimento para que o software seja projetado de maneira mais rápida e eficiente.

Em suma, para ajudar no êxito dos projetos, o papel do agilista em todas as etapas é oferecer ferramentas, treinamento e mentoria.

Ele presta suporte ao time ou organização a focar naquilo que for mais prioritário e a aprender com as entregas, sendo que, tudo isso é feito através do conhecimento de processos e práticas de ferramentas.   

Se por um lado resumir a função de um agilista parece simples, por outro existe uma complexidade para elucidar o trabalho de uma equipe de agilidade, pois ele se baseia em valores e princípios de melhora contínua, necessitando uma capacidade de adaptação a mudanças do projeto por parte das pessoas envolvidas.

Um dos trunfos do time durante o processo de desenvolvimento é entregar partes pequenas que são testadas e validadas com o contratante do serviço, evitando que um trabalho executado por meses precise ser refeito em sua totalidade.

Uma organização focada em princípios ágeis consegue se direcionar para a potencial transformação dos negócios.

Neste sentido, os agilistas conseguem ajudar a priorizar o que é mais importante, conseguindo retornos mais rápidos que o esperado.

Entre os principais resultados e benefícios obtidos estão a manutenção da produtividade no home office, custos operacionais reduzidos, melhor relacionamento com o cliente via chatbot e outros canais de atendimento, e velocidade e qualidade das informações de rede – trazendo, por exemplo, maior precisão na contagem de estoques.

Mudança é a palavra da vez. Se antes o caminho para a digitalização era considerado somente uma tendência, agora, a pandemia nos trouxe reflexões o formato adequado para os negócios e empresas.

Nunca se falou tanto em transformação digital. E as modernizações trazidas pela tecnologia sempre serão bem-vindas.

DICA EXTRA: Dizer que inglês na carreira profissional é indispensável já não é novidade,

outras formas são abrir seu próprio negócio, prestar consultoria, trabalhar

como freelancer, entre outras, ou seja, o inglês na carreira profissional abre

portas.

Para aprender inglês e saber como agir no ambiente empresarial o inglês essencial pode ajudar.

Call action: Clique aqui para saber mais informações e dar um salto em sua carreira.

Por Victor Hugo Germano é CEO da Lambda3, empresa referência no setor tecnológico, com foco em soluções digitais, Inteligência Artificial e Data Science.