Os profissionais liberais já podem também solicitar empréstimo pelo Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte). Antes, o programa oferecia crédito apenas para empresas.

A intensão é ampliar o campo de atuação do Pronampe, que tem como objetivo o desenvolvimento e o fortalecimento dos que solicitantes com linhas que cobram taxas de juros anual igual a taxa Seleic, acrescida de 1,25% sobre o valor concedido.

Quem tem direito?

Pessoas físicas que exerçam, por conta própria, atividade econômica com fins lucrativos tanto nível técnico quanto nível superior. O solicitante terá 36 meses para pagar o crédito, com até 8 meses de carência com capitalização de juros.

Profissionais liberais terá o empréstimo limitado a 50% do total anual do rendimento do trabalho (sem vínculo empregatício) informado na Declaração de Ajuste referente ao ano-calendário de 2019 (limite máximo de R$ 100 mil).

Empréstimo para empresas

As empresas conseguem através do Pronampe uma linha de crédito com valor de até 30% da receita bruta anual calculadacom base no exercício de 2019. Entretanto, se a empresa tiver menos de um ano de funcionamento, o limite do empréstimo será de até 50% do capital social ou até 30% da média do faturamento mensal apurado desde o início de suas atividades (levando em conta o que for mais vantajoso para o cliente).

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil