Proposta avalia a anulação de tributos para as micro e pequenas empresas.

0

Esta avaliação sobre cortar tributos para as micro e pequenas empresas, tem o objetivo de impedir o fechamento e demissões, nos setores de, turismo, beleza, eventos, bares e restaurantes. No artigo de hoje vamos esclarecer um pouco mais sobre este assunto. Continue conosco e confira. 

Governo Federal 

Ontem, terça-feira,13, foi anunciado pelo Governo Federal, a criação de um grupo de trabalho para estudar a anulação de tributos para as micro e pequenas empresas. 

Setores que podem ser beneficiados com a proposta 

O Serviço Brasileiro de apoio a pequenas empresas (SBRAE)  vai operar com a Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, para analisar quais setores precisam do perdão de dívidas. 

Os setores que podem ser beneficiados são:

  1. Setores como turismo; 
  2. Beleza;
  3. Eventos;
  4. Bares;
  5. Restaurantes

Pois, os mesmos tiveram uma queda de faturamento em março, em decorrência das medidas restritivas por conta da pandemia.

Setores prejudicados 

De acordo com Guedes, o melhor caminho para as empresas prejudicadas, é deixar com que elas deixem de pagar tributos por alguns meses, do que elas ter que fechar as portas e consequentemente demitir funcionários. 

Receita Federal 

Recentemente foram adiados os impostos que incidem sobre o regime Simples Nacional. Toda essa análise está ocorrendo em um momento que o governo estima uma alta da arrecadação de tributos em março, mesmo com o enfrentamento da pandemia.

Novas iniciativas 

De acordo com Carlos Melles, presidente do Sebrae, a reunião foi produtiva e objetiva com o intuito de chegar a uma conclusão sobre o que as pequenas empresas estão precisando neste momento de crise. 

As empresas estimam que depois da sanção do Orçamento, sejam relançados o Pronampe e  o BEm e que seja votado o MEI caminhoneiro, na Câmara. 

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Laís Oliveira.