Prova de vida do INSS: Conheça cinco maneiras de fazer o procedimento.

A prova de vida é a principal ferramenta usada pelo INSS para evitar irregularidades nos benefícios da Previdência Social.

A prova de vida é um método determinado pela lei para evitar fraudes e pagamentos impróprios. Esse procedimento acontece anualmente e deve ser realizado pelos aposentados, pensionistas e pessoas que recebem benefícios assistenciais há mais de um ano. Todos os anos, cerca de 36 milhões de beneficiários fazem a prova de vida para evitar o bloqueio de seus pagamentos.

Os beneficiários podem escolher a forma que melhor atenda às suas necessidades, pois são oferecidas pelo INSS diversas maneiras de comprovação de vida. 

Acompanhe o artigo e tire suas dúvidas.

Prova de vida pela plataforma Meu INSS

Para escolher essa forma é necessário que o beneficiário tenha a biometria facial cadastrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento de Trânsito (Detran).

Onde será feita a comprovação de vida?

A prova de vida poderá ser realizada pela plataforma Meu INSS. O aplicativo é baixado pela Play Store ou App Store

Vale esclarecer, que os clientes do Banco do Brasil podem fazer o procedimento diretamente pelo aplicativo da instituição financeira.

 Prova de vida presencial

Essa é a maneira mais usual de fazer a prova de vida. O beneficiário se dirige ao banco onde recebe o provento.

Como é feita a prova de vida?

O processo pode ser feito diretamente no caixa eletrônico, através do registro biométrico.

É importante ressaltar, que a Caixa Econômica Federal, o Bradesco e o Itaú Unibanco admitem qualquer transação feita com biometria, como prova de vida.

Como o procedimento é feito sem a biometria?

Quando a biometria do beneficiário não está cadastrada, ele deverá se dirigir à agência bancária responsável pelo pagamento do seu provento e apresentar o seu CPF e algum documento de identificação com foto (RG, Carteira de Habilitação ou Carteira de Trabalho).

O que deve ser feito se o beneficiário não conseguir ir até o banco?

Nesse caso, o atendimento deve ser agendado em uma unidade do INSS, pela Central de Atendimento no número 135.

Prova de vida por procuração

Vários beneficiários não podem ir ao banco, pois possuem dificuldades de locomoção ou são portadores de alguma enfermidade. Nesse caso, a prova de vida pode ser feita, através de uma procuração.

Importante: Para que a prova de vida aconteça dessa forma é necessário que a procuração seja previamente cadastrada no INSS.

Prova de vida em domicílio

Essa forma de comprovação é destinada aos beneficiários com idade superior a 80 anos e segurados que possuam dificuldades de locomoção (qualquer idade).

Quais são os passos para fazer o procedimento em casa?

Para que a prova de vida seja feita em casa é necessário que o beneficiário ou algum representante faça o agendamento do procedimento pelo número de telefone 135 ou pela plataforma Meu INSS.

Importante: Em casos de dificuldade de locomoção, deve ser escolhido o serviço “Solicitar Prova de Vida – Dificuldade de locomoção”, do tipo tarefa, categoria  atendimento à distância, código 4972, sigla PVIDADIFLO. A documentação médica que comprove a condição deve ser inserida.

Em casos de beneficiários com idade superior a 80 anos, deve ser escolhida a opção “Solicitar Prova de Vida – Maior de 80 anos” – código 4952, sigla PVIDAIDOSO.

 

Prova de vida para beneficiários que moram fora do país

Para quem não mora no país, não é preciso seguir o calendário publicado pelo INSS. Nesse caso, a autarquia divulga um novo ato com orientações e prazos especiais. Porém, o beneficiário pode fazer a prova de vida espontaneamente nas representações diplomáticas ou consulares brasileiras.

Como é feita a prova de vida para quem mora no exterior?

O beneficiário deve preencher e assinar o “Formulário Específico de Atestado de Vida para comprovação perante o INSS” na presença de um notário público da região, aprovado pelos órgãos locais, no caso de países signatários da Convenção sobre a Eliminação da Exigência de Legalização.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.