Você provavelmente já ouviu falar que as cores têm significados e o poder de despertar sentimentos e sensações nas pessoas.

O estudo de como as tonalidades podem influenciar a tomada de decisões e levar mensagens para públicos de diferentes orientações e perfis é chamado de psicologia das cores

De acordo com pesquisas científicas, os conjuntos de cores impactam o nosso modo de interagir, perceber e interpretar o mundo, os objetos e as situações, pois ativam o sistema endócrino, responsável por liberar hormônios capazes de controlar o humor e as emoções.

A popularização desses levantamentos permitiram que várias marcas desenvolvessem a sua identidade visual e virtual de acordo com as evidências científicas, pois, ao usar as cores certas e compatíveis com o ramo do negócio, é possível aumentar a identificação com a marca, apresentar o estilo e os tipos de produtos e crescer o número de vendas.

Segundo pesquisas, nosso cérebro faz um julgamento das coisas nos primeiros 90 segundos.

Deste modo, a primeira impressão sobre a estética, o layout e as cores da sua página na web ou estabelecimento físico pode fazer um cliente finalizar ou desistir da compra.

As colorações se tornam uma das principais características de uma marca com o passar do tempo, fazendo com que ela seja facilmente identificável e elevando a credibilidade do negócio, pois demonstram o espírito da empresa em questão. 

Entretanto, ao falarmos do setor de e-commerce, a influência das tonalidades é ainda maior.

Um estudo feito pela Kiss Metrics constatou que 93% dos consumidores levam em consideração a aparência do site no momento de decidir a sua compra, e ainda 85% dos participantes informaram que a identificação com as cores é o principal motivo para finalizar a compra. 

Psicologia das cores

Para não errar na escolha das cores, é necessário definir o tipo de negócio, o produto comercializado e o público-alvo.

Assim, é possível eleger quais cartelas de cores se encaixam melhor, uma vez que a identidade visual de cada segmento deve conversar com o público e a época em que estão inseridos.

Depois disso, pesquise as cores e os significados, se estão de acordo com a sensação e a mensagem que a empresa quer passar para as pessoas.

Lembrando que uma cor pode ter diferentes significados, dependendo do país e da cultura adotada.

Em seguida, escolha tons secundários e estabeleça um padrão de como serão usados.

A Roda de Cores da Adobe é uma das ferramentas que podem ajudar a criar uma combinação adequada.

Basta escolher a cor principal e uma regra de harmonia de cores para ter o resultado.  

A escolha do esquema de cores é parte importante da criação da marca, pois, além de contribuir para a atração de clientes, colabora para o desenvolvimento do logotipo, embalagens, website, campanhas de vendas, design das mídias sociais e até do espaço físico, que seguiram a paleta determinada para manter a identidade, a linguagem e se tornar referência. 

Deste modo, é importante escolher as combinações de tons com cautela e com o auxílio de profissionais qualificados, como profissionais de Marketing ou que fizeram uma faculdade de Psicologia e sabem de forma detalhada os significados das cores. 

A identidade visual de uma empresa é um dos fatores mais importantes para a construção da marca, mas é preciso criar uma página responsiva e inclusiva.

Por isso, usar tons de pouco contraste não é indicado.

Além de ser um dos fatores avaliados na ferramenta de busca do Google, também prejudica pessoas com problemas de visão.