Quais as mudanças no lucro real com a reforma do imposto de renda?

A sistemática de apuração dos tributos sobre o lucro com Lucro Real não deve sofrer grandes alterações com PL 2.337/21.

A sistemática de apuração dos tributos sobre o lucro com Lucro Real não deve sofrer grandes alterações com PL 2.337/21.

As empresas ainda terão que estruturar seu livro de apuração do lucro real, o famoso LALUR, que faz a ligação entre o lucro contábil e o lucro fiscal, por meio de adições, exclusões e compensações de prejuízos fiscais.

Um fato importante: tal compensação de prejuízos fiscais está condicionada a 30% do Lucro Antes das Compensações, limitada ao saldo de prejuízos fiscais apurado em períodos anteriores.

Hoje (antes da reforma) existem dois regimes de apuração do Lucro Real, o Lucro Real Trimestral e o Lucro Real Anual, com pagamentos mensais.

As empresas podem optar por qualquer um dos regimes, mas esta escolha fica condicionada para todo ano calendário.

No Lucro Real Trimestral, as empresas, a cada três meses são obrigadas a ter sua contabilidade encerrada (para saber o lucro contábil) e elaborar o LALUR (para saber o lucro fiscal / base de cálculo dos tributos sobre o lucro), o pagamento dos tributos deve ser feito até último dia útil do mês seguinte à apuração.

No Real Anual, as empresas devem apenas fazer a apuração com o LALUR no final do ano, mas os pagamentos são mensais, feitos com base em uma estimativa sobre o faturamento.

No final do período (ano) confronta-se o saldo dos pagamentos feitos com base na estimativa com o saldo do valor apurado no LALUR, caso a empresa tenha recolhido um valor menor que o apurado ela deve pagar a diferença, caso tenha recolhido um valor maior que o apurado, essa empresa fica com um saldo que pode ser usado para compensar outros tributos federais.

Um exemplo comparativo dos valores tributários do lucro Real Anual x Lucro Real Trimestral:

No exemplo, é possível perceber que a empresa com o mesmo lucro, pagaria no ano R$ 51.600,00 de tributos no Lucro Real Anual ou pagaria no ano R$ 82.240,00 dos mesmos tributos no lucro Real Trimestral.

Essa diferença nos valores dos tributos acontece pois a empresa não pode compensar o prejuízo fiscal de uma vez, ela está limitada à “trava” de 30% do lucro antes das compensações.

O Lucro Real Anual, para essa empresa exemplo, traz uma economia de aproximadamente 60% dos tributos sobre o lucro, quando comparado com o Lucro Real Trimestral.

O com PL 2.337/21 prevê fim do Lucro Real Anual, mas como forma de compensar a economia tributária que a apuração anual apresenta, o projeto aponta que será possível compensar 100% do prejuízo fiscal do trimestre nos três trimestres seguintes.

Vamos a um segundo exemplo, considerando a mesma empresa, com o mesmo lucro, mas comparando as apurações pelo Lucro Real Trimestral x Lucro Real do PL 2.337/21, neste exemplo também será considerado que na atual versão da proposta de reforma tributária, o relator, deputado Celso Sabino (PSDB-PA), propõem que a alíquota base do IRPJ caia de 15% para 6,5% em 2022, reduzindo também a CSLL em um 1,5 ponto, indo de 9% a 7,5%.

R$ 82.240,00 de tributos no Lucro Real Trimestral Atual contra R$ 46.800,00 de tributos no Lucro Real Trimestral do PL 2.337/21, uma economia de mais de 43% na carga tributária.

Quando comparado o novo Lucro Real Trimestral com o Lucro Real Anual (com redução nas alíquotas de IRPJ e CSLL), o novo Lucro Real Trimestral do PL chega a custar 55% a mais.

Respondendo à pergunta: “O Lucro Real vai mudar com a Reforma do Imposto de Renda?”.

Sim, as empresas NÃO terão mais opção de apuração pelo Lucro Real Anual, com a redução de alíquotas teriam uma economia de 9% dos tributos sobre o lucro (Comparativo Novo Lucro Real Trimestral x Antigo Lucro Real Anual), que aparentemente é muito baixa considerando o fim da dedutibilidade dos Juros sobre Capital Próprio e a tributação de 20% sobre os dividendos.

Por: Murillo Torelli Pinto, professor de Contabilidade Financeira e Tributária da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Sobre a Universidade Presbiteriana Mackenzie

A Universidade Presbiteriana Mackenzie está na 103º posição entre as melhores instituições de ensino da América Latina, segundo a pesquisa QS Quacquarelli Symonds University Rankings, uma organização internacional de pesquisa educacional, que avalia o desempenho de instituições de ensino médio, superior e pós-graduação. Possui três campi no estado de São Paulo, em Higienópolis, Alphaville e Campinas. Os cursos oferecidos pelo Mackenzie contemplam Graduação, Pós-Graduação Mestrado e Doutorado, Pós-Graduação Especialização, Extensão, EaD, Cursos In Company e Centro de Línguas Estrangeiras.
Em 2021, serão comemorados os 150 anos da instituição no Brasil. Ao longo deste período, a instituição manteve-se fiel aos valores confessionais vinculados à sua origem na Igreja Presbiteriana do Brasil.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.