Quais doenças dão direito à aposentadoria por invalidez?

0

Quando alguma doença impossibilita a realização das atividades profissionais e, por isso, acaba interferindo no sustento do trabalhador e de sua família, é possível solicitar ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) uma ajuda financeira. 

Desta forma, o trabalhador será afastado e, dependendo da gravidade da doença, será concedida a aposentadoria por invalidez.

Por isso, saiba que existem doenças que são direito à esse tipo de aposentadoria. Para te contar quais são elas, continue conosco e aproveite para tirar suas dúvidas sobre esse benefício.  

Como funciona esse benefício?

Como o próprio nome ressalta, essa modalidade de aposentadoria é garantida àqueles trabalhadores que possuem uma incapacidade total para o trabalho. Sendo assim, ele deve ser afastado para realizar o tratamento adequado.

Por isso, o trabalhador precisa comprovar que está totalmente incapaz e, por isso, não pode ser reabilitado em outra função. Para requerer o benefício, é necessário cumprir os seguintes requisitos: 

  • Carência mínima de 12 meses;
  • Estar contribuindo para o INSS no momento em que a doença te incapacita ou estar no periodo de qualidade de segurado;
  • Estar incapaz total e permanente para o trabalho, devidamente comprovada através de um laudo médico pericial. 

Mas saiba que a carência é dispensada se ocorrer acidentes que estejam relacionados ao trabalho, ou quando o segurado tiver alguma doença incapacitante.

Para orientar as situações que precisam ocorrer essa dispensa, existe uma lista contendo as doenças consideradas graves para a obtenção da aposentadoria por invalidez. 

Quais são essas doenças?

Conheça as doenças que garantem ao trabalhador o direito à aposentadoria por invalidez:

Cegueira: pode ser ocasionada por vários fatores, tanto genéticos quanto acidente e deixa o trabalhador impossibilitado ao trabalho; 

Cardiopatia grave: se trata de uma doença crônica que ataca o coração, sendo assim, o segurado permanece incapacitado de realizar qualquer esforço;

HIV (síndrome da imunodeficiência adquirida): conhecida como AIDS precisa do uso de medicamentos específicos; 

Doença de Parkinson: a doença é degenerativa e atinge o sistema nervoso central, causando tremores nos membros;

Alienação Mental: como exemplo podemos citar os casos de esquizofrenia, demência, depressão e doenças relacionadas. 

Nefropatias Graves: são as doenças que atingem os rins e causam a incapacidade devido à evolução; 

Espondiloartrose Anquilosante: acomete a coluna, causando dores forte ou incapacitantes;

Radiação por medicina especializada: é a exposição de radiação; 

Doença de Paget: pode levar incapacitar ossos e medula óssea, sendo assim, considerada incurável;

Hepatopatia Grave: pode ocorrer de forma aguda ou crônica, acometendo o fígado; 

Esclerose Múltipla: se trata de uma doença inflamatória e ao mesmo tempo crônica no sistema nervoso;

Hanseníase: é uma infecção crônica que afeta posteriormente, os nervos;

Tuberculose: acomete os pulmões, além de febre, perda de peso, podendo levar à morte;

Paralisia: prejudicada músculos, causando lesão destrutiva e degenerativa;

Neoplasia Maligna: afeta as células corporais atingindo os tecidos, sendo bastante conhecida como câncer;

Vale ressaltar que, se o trabalhador tiver outro tipo de enfermidade e que também seja considerada incapacitante, pode solicitar o benefício, desde que comprove por meio de laudos, exames e atestados médicos. 

Como solicitar a aposentadoria? 

Se você possui alguma das doenças acima, saiba que a solicitação da aposentadoria por invalidez pode ser feita sem sair de casa. Basta que o interessado acesse o site Meu INSS que também está disponível para aparelhos celulares.

Se for o primeiro acesso, é necessário fazer o cadastro do login e da senha. Depois disso, busque pela opção “Requerimento/Benefício por Incapacidade”. Para isso, tenha em mãos os documentos seguintes documentos: 

  • Documentos pessoais;
  • Laudos;
  • Exames médicos para comprovar a enfermidade; 
  • Carteira de trabalho; 

Outra opção é solicitar atendimento através da Central de Atendimento por meio do número 135.

Pela mesma plataforma também é possível fazer o acompanhado do andamento do pedido na opção “Resultado de Requerimento/Benefício por Incapacidade”. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Por Samara Arruda