Quais os investimentos mais seguros e rentáveis de 2021?

Os investidores que desejam resultados rentáveis e consistentes precisam saber quais são os investimentos mais seguros e rentáveis de 2021.

0

Você sabe como ter investimentos mais seguros e rentáveis? Esse é um requisito obrigatório para montar uma carteira de alta performance e conquistar os melhores resultados no mercado financeiro.

Para isso, é importante deixar de lado as alternativas tradicionais do mercado e apostar em ativos que proporcionem vantagens, como retornos consistentes semelhantes aos que são alcançados pelos investidores de alta renda, baixa volatilidade e um portfólio diversificado.

Mas, quais são esses ativos? Primeiro é importante entender o que é um investimento seguro.

Confira a seguir!

O que significa investimento seguro?

Um investimento seguro é aquele que pode ser classificado como de baixo risco e tem como principal característica, como o próprio nome diz, a segurança.

Mas essa segurança depende de dois fatores muito importantes: volatilidade e liquidez.

Vamos usar como exemplo a compra de um título público. Nesse caso, o indivíduo empresta dinheiro ao governo e passa a se tornar sócio de uma companhia listada.

Esses títulos, tanto públicos como privados, são protegidos pelo FGC, sigla do Fundo Garantidor de Crédito que garante a devolução do valor aplicado pelo cliente em caso de falência do banco ou instituição financeira.

Por isso são considerados altamente seguros e muito buscados por investidores que querem segurança para não perder o capital principal no momento de investir.

  • Tesouro Direto;
  • Letra de Câmbio (LC);
  • Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio (LCI/LCA);
  • Crédito de Depósito Bancário (CDB);
  • Letra Hipotecária (LH).

Além da segurança, outro ponto importante é que esses papéis protegem contra a inflação e oferecem rentabilidade fixa.

Os papéis do Tesouro Direto, por exemplo, possuem marcação de mercado e só possuem a rentabilidade prometida quando levados até o vencimento.

Se vendidos antes, será necessário aceitar os preços vigentes no momento da venda, além de lidar com custos como imposto de renda, custódia e outros.

Mas, quais são os ativos indispensáveis na carteira dos grandes investidores?

No portfólio de investidores de alta performance não podem faltar investimentos mais seguros e rentáveis, concretos, sólidos e que não possuem uma relação direta com o mercado financeiro, a exemplo de:

  • Commodities, imóveis, projetos de energia e outros ativos reais de baixa volatilidade;
  • Vinhos finos, obras de arte, veículos de coleção, peças de valor alto valor simbólico e material;
  • Participação direta em startups e empresas via fundos de venture capital e private equity.

Dessa maneira, é possível garantir a segurança do patrimônio desses investidores, bem diferente daquelas propostas comumente realizadas por gerentes de banco ou assessores de investimento e mais sólidos que papéis que podem ser comprados e vendidos a qualquer tempo.

E se você acha que para isso vai precisar atender a todos os requisitos de investidores profissionais, saiba que não.

Entenda melhor no tópico a seguir!

Quais são os investimentos mais seguros e rentáveis para os pequenos e médios investidores?

Pequenos e médios investidores também podem se beneficiar com investimentos mais seguros e rentáveis que gerem renda passiva e consistente a médio e longo prazo.

O crowdfunding ou financiamento coletivo é uma alternativa para isso, pois por meio dele é possível se tornar sócio ou financiar projetos de alta performance em setores variados, com alta demanda e resistência à crise.

Alguns exemplos são:

  • Energia renovável;
  • Empresas em crescimento;
  • Mercado Imobiliário;
  • Agronegócio;
  • Saúde.

No crowdfunding, o investidor participa diretamente junto com outros investidores em projetos exponenciais, a exemplo da construção e operação de unidades de saúde para cirurgias de baixa e média complexidade ou compra e venda de gado e aquisição de imóveis para renda.

Esses investimentos, chamados de alternativos por não serem oferecidos pelos bancos ou corretoras, garantem alta rentabilidade, proteção contra inflação, segurança, além de diversas outras vantagens como:

  • Baixa volatilidade;
  • Oferta em mercados regulados e fiscalizados;
  • Pagamentos previsíveis e no prazo previsto;
  • Garantias contratuais consideráveis ou lastro em bens reais.

Para ter acesso a essas captações de crowdfunding, somente por meio de plataformas autorizadas pela CVM.

Considerações finais

Podemos concluir que quando se trata de risco x rentabilidade, podemos considerar que os ativos alternativos são considerados os investimentos mais seguros e rentáveis.

Uma das principais razões é o fato de ser regulado pela Comissão de Valores Mobiliários através da Instrução Normativa 588 de 2017.

Vale lembrar que as plataformas desse tipo de investimento precisam passar pelo processo de autorização do orgão.

A instrução normativa possibilita às empresas com receita anual de até R$ 10 milhões buscar sócios ou credores para os seus projetos, que são chamados de ativos reais, pois são lastreados na economia real.

Portanto, os investimentos alternativos podem ser considerados os investimentos mais seguros e rentáveis de 2021, pois além do baixo risco (sem o sobe e desce da bolsa) e maior segurança (regulado) aos investidores, os retornos são mais altos, há menor exposição a ciclos econômicos, além de significativa redução na volatilidade.

Referências:

https://conteudos.bloxs.com.br/investimentos-mais-seguros-e-rentaveis-para-2021

https://www.suno.com.br/artigos/investimento-seguro/

https://comocomprarumapartamento.com.br/investimento/fazer-um-investimento-seguro/

https://blog.apprendafixa.com.br/investimentos/5-investimentos-mais-rentaveis-do-que-poupanca-e-tao-seguros-quanto/

https://bloxs.com.br/opcoes-de-investimentos-alternativos/porto-das-dunas-i

https://terracoeconomico.com.br/o-que-sao-investimentos-alternativos/