Quais os pontos cegos da sua empresa?

Qualquer empresa, de qualquer segmento e porte, enfrenta um problema em comum: pontos cegos, que nada mais são do que aquilo que fica fora da visibilidade no momento de gerir a organização.

Na Plano Consultoria, como parte de nossa rotina, identificamos frequentemente os pontos cegos nas organizações públicas e privadas, mas também precisamos nos atentar enquanto empresa sobre quais são os nosso principais obstáculos fora de nossa visão no momento.

O problema das muitas certezas

É claro que ninguém quer se deparar com um problema a qualquer momento e ter certeza de que está tudo bem traz tranquilidade, mas já parou para pensar que muitas vezes nossas certezas estão pautadas em um comportamento automático?

Você deseja ter certeza sobre a sua organização, de que está tudo sob controle, porque muitas vezes é confortável acreditar e crer que está tudo indo muito bem, mesmo sabendo, que se você for investigar, verá que há muito a fazer, a melhorar e reformular.

Quem deseja enxergar os pontos cegos precisa primeiro abandonar a muleta das muitas certezas, o sinal de que está tudo sob controle, que se afirma assim, com um tanto de desconfiança interna, mas com muita segurança exterior.

É preciso admitir: talvez alguma coisa não esteja indo bem e preciso saber o que é.

Especialistas e seus apontamentos sobre pontos cegos

Segundo Benjamin Gilad, um dos mais importantes especialistas em inteligência competitiva, o conceito de pontos cegos pode gerar desastres competitivos.

Para o estudioso, apesar de milhões de análises SWOT sendo conduzidas nas organizações, muitas de suas forças e fraquezas acabam não sendo registradas em suas “retinas”.

Já para Michal E. Porter, pontos cegos são como áreas em que um negócio não percebe ou percebe de maneira incorreta ou vagarosa.

O que Porter acredita é que quando mudanças na realidade competitiva não são identificadas ou são interpretadas de forma incorreta, a organização está de frente com os seus pontos cegos, que se não forem percebidos a tempo, pode ser para muitas empresas o final de sua jornada no mercado.

Designed by @freepik / freepik
Designed by @freepik / freepik

Mas a análise também parte do interno para o externo

Além de ser crucial que as empresas consigam identificar a sua “cegueira” é importante também observar quais são os pontos cegos em seus competidores e aí, algo bem interessante precisa ser ressaltado: é sempre mais fácil observar de fora.

Quando se percebe onde a concorrência está falhando é possível tomar melhores decisões sobre quais as melhores estratégias a se adotar e quais os comportamentos esperados dos concorrentes.

Importantes desafios na Gestão da Mudança

Quando nos deparamos recorrentemente com o tema transformação organizacional, sabemos que se trata de um processo não linear e complexo.

Há ainda algo mais interessante a se observar. No processo de transformação envolto por todo o dinamismo que impõe, é muito comum que importantes aspectos não sejam percebidos.

Qualquer mudança, que de alguma maneira impacta na estrutura de uma empresa, que vai desde um novo processo, sistema, cultura até uma transformação no próprio modelo de negócio no geral, está suscetível a muitos obstáculos.

Qualquer processo de transformação organizacional é perfeito quando ainda está documentado em papel e esquematizado em um cronograma que enche os olhos, mas na natureza humana moram os pontos cegos.

Aquilo que é tão facilmente enxergado em outras empresas, se torna incapaz de ser observado na complexidade entre as interações humanas e os seus resultados.

Lidamos com uma galáxia de possibilidades junto às falhas

Acredite, por mais incrível que seja um projeto, um processo, uma grande mudança, todas essas grandes oportunidades vêm premiadas com a falha invisível que precisamos descobrir.

E em muitos casos, só vamos ver esses pontos cegos com a ajuda de um time atento às próprias limitações.

Onde está o invisível? O que cega os olhos para os mínimos erros que podem resultar em grandes colapsos?

Quais são as suas certezas hoje? Quais os pontos cegos que ainda não conseguiu visualizar?

Comentários estão fechados.