Quais são as opções de empréstimos disponíveis para o MEI em 2021?

0

O Microempreendedor Individual (MEI) que indicar a necessidade de um empréstimo para manter o negócio em pleno funcionamento, poderá contar com duas alternativas de crédito que se encontram disponíveis e com o foco voltado para o investimento. 

Estes dois empréstimos asseguram um limite de R$ 25 mil, bem como um prazo estendido para efetuar o pagamento com taxas e juros reduzidos. 

A primeira oferta de empréstimo se refere ao Programa Super MEI, disponibilizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). 

Nesta modalidade, o limite de crédito disponível pode sofrer variações entre R$ 300,00 a R$ 20 mil, junto a um prazo de 36 meses para quitar o pagamento da dívida.

O destaque nesta alternativa é devido a não cobrança de juros. 

A segunda opção se trata de uma oferta feita pela startup FinMatch, que atua como correspondente bancário visando facilitar o acesso ao crédito direcionado ao microempreendedor. 

A faixa de empréstimo ofertada é entre R$ 500 a R$ 25 mil, a qual possibilita que o tomador do empréstimo parcele o pagamento também em até 36 meses, mas neste caso, ao contrário da alternativa anterior, há a cobrança de uma pequena taxa de juros. 

De acordo com os fundadores, o motor de análise de risco de crédito da FinMatch vai muito além do usual. 

“Avaliamos a probabilidade de pagamento e não apenas as dificuldades pontuais do tomador”, ponderou Sandaniel. 

Na oportunidade ele acrescentou que a FinMathc trabalha perante a análise de uma variedade de fatores e aspectos capazes de estabelecer a viabilidade da concessão, assim, mesmo os solicitantes que estiverem com o nome negativo, conseguem obter uma linha de crédito pela FinMatch. 

Designed by Flamingo Images / shutterstock
Designed by Flamingo Images / shutterstock

Solicitação do empréstimo

O microempreendedor individual que tiver se interessado por alguma das duas alternativas apresentadas, deve respeitar o limite de faturamento do regime em questão, o MEI, que é de R$ 81 mil ao ano, além de estar com a situação cadastral em dia. 

Entretanto, com base na análise da FinMathc, há a possibilidade de mesmo aqueles que estiverem negativados conseguirem um empréstimo, considerando que as análises da startup se baseiam em fatores um tanto quanto diferentes dos bancos tradicionais. 

Já se tratando do empréstimo juro zero, é válido lembrar que a oferta era direcionada apenas para os residentes do estado de São Paulo, além de também exigir que o MEI participasse de um curso de capacitação em gestão empresarial durante o processo de requisição do crédito. 

No entanto, é importante informar que a linha Juro Zero ofertada pelo Sebrae não está mais disponível, conforme anunciado pelo site do Banco do Povo.

Ainda que a linha Juro Zero esteja temporariamente suspensa, o empreendedor ainda pode contar com as demais linhas disponíveis, com taxas a partir de 0,35% ao mês em parceria com o Banco do Povo. 

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Laura Alvarenga