Quais são os documentos que servem para comprovação de renda?

Saiba a sua importância e quais podem ser usados como comprovantes de rendimento.

Volta e meia o cidadão precisa de um documento no qual comprove quanto é seu rendimento mensal. As situações são diversas. O comprovante de renda é fundamental e pode ser solicitado em operações do dia a dia, como aumentar o limite do cartão de crédito ou do cheque especial, fazer qualquer tipo de empréstimo ou consórcio e até mesmo na hora de alugar uma casa ou apartamento.  

À primeira vista pode até parecer algo simples. Mas, o comprovante de renda pode te dar dores de cabeça e complicar a sua vida, se você trabalha por conta própria, por exemplo, sem registro em carteira e não tem um holerite para apresentar. 

Nessas horas, então, quais são as outras opções que o cidadão tem para provar quanto recebe? Vamos falar na leitura a seguir. Veja!

Qual a importância do comprovante de renda?

Um comprovante de renda nada mais é do que um documento que prova para alguém ou para uma empresa quais são os seus rendimentos mensais, sendo estes fixos ou variáveis. 

Esse documento é muito importante para que as instituições financeiras, como os bancos, saibam que a pessoa tem capacidade de assumir os seus compromissos financeiros e dívidas e que não terá problemas para fazer os pagamentos. 

Então, se você está prestes a fazer um financiamento, alugar um imóvel ou apenas pedir um aumento de limite no cartão de crédito, confira os documentos que servem como comprovante de renda.

Quais documentos servem como comprovante de renda?

Entre os documentos que o cidadão pode usar como comprovante de renda estão:

Carteira de Trabalho –  É nela que está registrado o valor do seu salário. 

Holerite ou contra-cheque – Local onde estão registrados o salário bruto e líquido – porém, para usá-lo é necessário apresentar os documentos referentes aos três últimos meses. 

Extrato Bancário – Essa é uma alternativa para os autônomos e profissionais liberais. 

DECORE – Trata-se da Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (DECORE). É feita por um contador e para retirá-la é preciso apresentar outros documentos, como recibos de aluguéis e a declaração do imposto de renda. 

DIRPF – Outra opção é a Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF) como comprovante de renda. Esse documento registra todos os rendimentos anuais e os bens da pessoa. 

DASN-SIMEI – Se a pessoa é microempreendedor individual (MEI), pode usar a Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional (DASN) como comprovante de renda. Esse documento comprova a receita bruta anual do empreendimento referente ao ano anterior.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.