Todos os anos, logo nos primeiros meses a maioria dos brasileiros é submetido a uma série de taxas, impostos e gastos importantes. Neste ano de 2020, é possível que esses impostos estejam causando mais dúvidas do que o normal, afinal, no final de 2019 várias alterações foram realizadas, como no caso do DPVAT.

Primeiro ele foi cancelado, depois ele voltou a ser obrigatório, com mesmo valor cobrado no ano anterior, depois ele teve seu valor reduzido e tudo isso em um período muito curto, causando polêmicas e dúvidas na cabeça de muitas pessoas.

Para ajudar a entender um pouco melhor essa situação e saber com mais precisão quais são os impostos obrigatórios do carro que você deverá pagar em 2020, preparamos este artigo. Acompanhe.

São, Túnel, Luzes, Carro, Transporte, Trem, Sp

Quais são os impostos obrigatórios do carro a serem pagos em 2020?

Cuidar de um carro exige algumas despesas, como ter um seguro de carro bom, cuidar da sua manutenção e muito mais.

Além disso, todo início de ano, os proprietários de veículos automotores devem pagar algumas taxas obrigatórias. Entre elas, a mais importante é o IPVA – Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor.

O valor e vencimento desse imposto varia de acordo com o modelo e Estado de registro do carro e número da placa. Por isso, se você quiser saber quanto e quanto será o seu IPVA de 2020, o melhor caminho é acessar o site do DETRAN de sua região e realizar a pesquisa informando o número do seu RENAVAM e placa do veículo.

Com a guia de pagamento do IPVA em mãos, a taxa seguinte a ser paga é a do licenciamento do veículo. Esta serve para que o motorista consiga atualizar os documentos do veículo e possa comprovar que ele está apto a circular pelas vias.

Além do IPVA, que precisa ser pago para que o licenciamento do veículo seja feito, o DPVAT – seguro Danos Pessoais causados por Veículos Automotores Terrestres, também é obrigatório e deve ser pago anualmente no início do ano.

Diferentemente do IPVA, que pode possuir um valor diferente em cada Estado, uma vez que a margem de cálculo para o seu pagamento é estipulada pelo governo estadual. O DPVAT possui um valor fixo em todo o território nacional que é definido de acordo com o tipo de veículo.

Os valores atuais do DPVAT são: veículos de passeio, táxis e carros de aluguel – R$ 5,23; veículos ciclomotores – R$ 5,67; caminhões – R$ 5,78; ônibus e micro ônibus sem frete R$ 8,11; ônibus e micro ônibus com frete – R$ 10,57 e motocicletas – 12,30.

Como pagar esses impostos obrigatórios?

Para realizar o pagamento do IPVA basta acessar o site do DETRAN de sua região, ou se dirigir a uma das agências bancárias credenciadas e informar o número do seu RENAVAM e da placa do veículo, bem como a forma de pagamento, que pode ser em uma taxa única com descontos ou em até três parcelas, dependendo do Estado.

O DPVAT pode ser pago juntamente com a primeira parcela ou cota única do IPVA. Já o licenciamento possui alguns passos para serem realizados e no site do DETRAN de sua região é possível se informar melhor sobre todos eles.

Por Jeniffer Elaina, do SeguroAuto.org