Quando falamos sobre empresário, o que vem a sua cabeça? Aquela pessoa que lidera, que faz reuniões com executivos, que sabe fazer uma negociação, que lida com o dinheiro e muitas responsabilidades? Qual dessas faz mais sentido quando você lê, pensando sobre o que um empresário faz?

Neste artigo você vai ver:

  • O que é um empresário ou gestor empresarial?
  • O que um empresário faz?
  • Qual é a diferença entre empresário e empreendedor?
  • O que é empresário individual?
  • Quanto é que um empresário ganha?
  • Diferença entre lucro e faturamento
  • O que precisa estudar para ser um empresário?
  • Qual o papel do dono de uma empresa?
  • Como ser um empresário começando do zero?
  • Onde atua um empresário?
  • Quais são as habilidades fundamentais para ser um empresário de sucesso?
  • Seja um empresário de sucesso

O que é um empresário ou gestor empresarial?

Empresário nada mais é do que aquele que exerce profissionalmente uma atividade econômica de modo que implique na circulação de bens e serviços e que tenha por finalidade o lucro.

Em outras palavras, o empresário é aquele indivíduo vocacionado a gerenciar os meios de produção de modo que as suas atividades sejam voltadas à  prestação de serviços ou fornecimento de produtos a terceiros gerando lucro, para isto este tem de reunir recursos que proporcionem o desenvolvimento dessas atividades.

O empresário tem por obrigação registrar a sua empresa na junta comercial antes de dar início a suas atividades, devendo manter escrituração regular dos seus negócios e periodicamente fazer demonstrações contábeis.

Existe uma exceção quanto ao registro das sociedades, pois as sociedades simples irão adquirir somente o registo civil de pessoa jurídica e as sociedades de advogados, por exemplo, deverão ser registradas na Ordem dos Advogados do Brasil, pois esta não constitui atividade empresarial.

Para o empresário individual, é necessário que seja feito o arquivamento, este é o procedimento de registro para constituir, alterar, dissolver e extinguir as firmas mercantis individuais e de sociedades.

O empresário individual pode vir a se enquadrar como Microempreendedor Individual (MEI), Empresa de Pequeno Porte ou Microempresa, mas para isso este precisa atender às características inerentes a cada uma dessas classificações.

O que um empresário faz?

O trabalho de um empresário gira em torno da construção de uma companhia, agregando, muitas vezes, desde os processos gerenciais até a “mão na massa”.

O seu objetivo maior é obter lucro, independentemente da atividade econômica exercida – no comércio ou na indústria.

O que um empresário faz muito se assemelha àquele indivíduo que decide construir a sua própria casa do zero.

Quanto maior ela fica, mais responsabilidades e tarefas são agregadas.

Desse modo, o seu poder de coordenação é testado e, em caso de sucesso, o lucro (objetivo do empresário) é efetivado.

Qual é a diferença entre empresário e empreendedor?

O empreendedor se tornou uma figura central no meio empresarial, presente em quase todas as discussões a respeito de comando e iniciativa nas organizações do século XXI.

No entanto, embora sejam importantíssimos para o desenvolvimento das organizações, o empreendedor nem sempre tem o mesmo papel de um empresário.

São chamados de empreendedores os indivíduos dotados de empreendedorismo, isto é, a capacidade de, a partir da própria criatividade, ser pioneiro e realizar mudanças nas corporações e no próprio mercado.

Já o empresário é uma profissão, é aquele que possui um ótimo conhecimento em técnicas de administração como planejamento e controle financeiro, marketing, vendas e gestão de pessoas.

Para cada uma das atividades, uma postura independente e uma escolha pessoal.

O que é empresário individual?

O empresário individual, conhecido como firma individual, é o empresário que exerce em nome próprio uma atividade empresarial como titular do negócio.

Este é um modelo de empresa para quem não pensa em ter sócios e quer formalizar suas atividades.

Ou seja, é ideal para profissionais que atuam sozinhos, como autônomos, freelancers e profissionais liberais.

A razão social da empresa deve ser composta pelo nome civil do proprietário (que pode ser completo ou abreviado).

Também é possível adicionar outro nome em referência à atividade econômica ou à forma como é conhecido no ambiente empresarial.

Como abrir uma empresa como empresário individual?

O processo de abertura de uma empresa é formalizado na Junta Comercial da cidade sede.

No caso do empreendedor individual, isso ocorre com a elaboração do Requerimento de Empresário.

Antes de encaminhar a regularização de sua empresa, entretanto, é necessário assegurar-se junto aos órgãos responsáveis sobre todas as exigências em relação à execução da atividade econômica e à utilização do endereço comercial.

Para isso, o ideal é sempre contar com o auxílio de um profissional de contabilidade, que será capaz de guiá-lo em relação a todas as obrigações e cadastros a realizar antes de iniciar as atividades empresariais.

Quanto é que um empresário ganha?

O valor que um empresário ganha depende de vários fatores, como:

  • Formação e qualificação;
  • Área de atuação;
  • O quanto ele investe (em tempo e dinheiro) no próprio negócio;
  • Capacidade de organização;
  • Visão de futuro e capacidade de adaptação: quanto o empresário consegue antecipar as mudanças e inovar;
  • Capacidade de aprender com os próprios erros e corrigir o rumo do negócio quando necessário;
  • Habilidade para fazer bons contatos e estabelecer parcerias;
  • Capacidade de criar relações de confiança com os clientes.

De acordo com um levantamento feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade de Produtividade (IBPQ), 7 em cada 10 empresários no Brasil recebem até três salários mínimos mensais (por volta de R$ 3.135,00).

Um levantamento a partir dos salários cadastrados no site Love Mondays mostra um retrato mais otimista: ganho médio de quase R$ 5.500,00 por mês, variando de R$ 943,00 a R$ 20.588,00.

Se olharmos apenas para os empresários de sucesso, cujas histórias se tornam matérias em revistas e na televisão, seus faturamentos e lucros estão acima da casa de R$ 1 milhão.

Diferença entre lucro e faturamento

Já que falamos de valores, o faturamento é a soma dos ganhos obtidos por uma empresa, enquanto o lucro é o faturamento menos os custos que essa empresa teve.

O lucro de uma empresa pode ser dividido em lucro líquido e bruto e para falarmos disso, é preciso ter um bom planejamento financeiro para maior lucratividade.

O que é faturamento?

O faturamento é o valor que uma empresa obtém por meio da venda de produtos ou da prestação de serviços.

É o dinheiro que entra em caixa, de forma simples.

CLT

O que é lucro bruto e líquido?

O lucro é o valor final que a empresa tem, depois que os gastos são diminuídos do faturamento.

Esse lucro pode ser dividido entre lucro bruto e líquido, de acordo com os tipos de gastos.

O lucro bruto é definido de acordo com os custos variáveis de uma empresa.

Os gastos variáveis são aqueles que dependem da quantidade de bens produzidos, ou da quantidade de serviço prestado, como, por exemplo, a matéria prima.

Faturamento – custos variáveis = Lucro bruto

Já o lucro líquido é o valor faturado, menos os custos variáveis, os custos fixos e os impostos.

Esses custos fixos são os que existem independentemente da quantidade de itens que você vende ou do serviço que presta, como, por exemplo, o salário dos funcionários, ou o aluguel de um espaço.

Faturamento – custos variáveis – custos fixos – impostos = Lucro líquido

O que precisa estudar para ser um empresário?

Não existe uma faculdade específica para se tornar um empresário, existem cursos que ajudam na formação, como:  economia, administração, ciências contábeis e marketing, além de especializações, como: gestão de pessoas, logística empresarial, controladoria e finanças e empreendedorismo.

Qual o papel do dono de uma empresa?

Olhando sobre o que um empresário faz, o papel de um dono de empresa está em gerenciar todas as atividades da empresa, projetar os cálculos de risco, organizar toda a grade de tarefas de seus funcionários e fazer investimentos, ou seja, analisar o mercado para projetar o futuro de seu negócio.

Tipos de empresários

Mesmo com diversas funções, existem algumas especialidades conforme os tipos:

  • Empresário do Próprio Negócio;
  • Empresário em uma Instituição;
  • Empresário Investidor.

Próprio negócio: as estratégias a serem tomadas tanto de marketing quanto de produção serão fundamentais para que ele tenha sucesso ou não em sua empresa.

Instituição: atua como funcionário de uma instituição ou até mesmo como sócio não majoritário, que pode ser uma empresa privada ou do setor público.

Para esse tipo de empresário, é preciso ter consciência de que responde para outras pessoas dentro da instituição e que muitas vezes são seus superiores.

Investidor: tem poder analítico para saber no que e quando investir, esse tipo de empresário também deve ser paciente e ter bons conhecimentos em economia.

Deve acompanhar de perto a produção no dia a dia para entender melhor como pode aumentar os lucros.

Como é a vida de um empresário?

Para começar é preciso mudar o pensamento e desempenhar atividades de forma estratégica e analítica.

Por isso, o dia a dia precisa estar pautado em 8 pontos fundamentais:

  • Trabalhar projeções futuras;
  • Tomar decisões com total responsabilidade;
  • Busca de aprendizados e novas habilidades;
  • Confiar nos números;
  • Amar a empresa que criou;
  • Quebrar regras, se preciso;
  • Olhar para o tempo como não linear;
  • Focar no que existe agora com planejamento.

Como ser um empresário começando do zero?

Já dizia o visionário Steve Jobs, fundador da Apple: “Seu trabalho vai preencher uma parte grande da sua vida, e a única maneira de ficar realmente satisfeito é fazer o que você acredita ser um ótimo trabalho. E a única maneira de fazer um excelente trabalho é amar o que você faz”.

Para começar entendendo mais sobre o que um empresário faz, é preciso ter persistência e seguir alguns passos, que listamos aqui:

  • Estude o mercado: é necessário ir além, se aprofundar. Por isso, mergulhe no mercado que você está interessado em empreender e estude muito para se tornar um especialista;
  • Defina objetivos e metas: comece pequeno com objetivos e metas tangíveis para motivar seguir em frente;
  • Crie conteúdos: se você quer se tornar uma referência no que faz aos seus visitantes e clientes e, mais ainda, angariar recursos de investidores, foque em produzir uma página relevante e que faça sentido;
  • Crie lista de clientes: faça algo para que eles se cadastrem e deem valor para que comprem e se fidelizem;
  • Lance algo que possa vender: busque entender aquilo que seus possíveis clientes têm como desafio e o que precisam como solução;
  • Comece agora: o aprimoramento é uma coisa que acontece com o tempo, por isso, faça com o que tem disponível, desde que de forma planejada.

Onde atua um empresário?

Um empresário pode abrir um negócio privado, como já falamos, seja comercial, industrial ou de prestação de serviços. 

Pode atuar com um pequeno comércio, em um escritório, consultório e até mesmo uma startup para crescer de forma estratégica.

Quais são as habilidades fundamentais para ser um empresário de sucesso?

Alguns especialistas em negócios sugerem que a motivação empreendedora é inata, uma característica adquirida no nascimento, enquanto outros acreditam que alguém pode se tornar um empreendedor e empresário.

Para isso é preciso focar nas habilidades de:

Paixão – Fale com empresários de sucesso e quase sempre ouvirá a palavra paixão quando eles descreverem o que fazem;

Pensamento independente – Os empresários costumam pensar fora da caixa e não são influenciados pelos outros;

Otimismo – Os empresários são sonhadores e acreditam que suas ideias são possíveis, mesmo quando parecem inatingíveis;

Autoconfiança – São capazes de superar as dúvidas e acreditam que podem alcançar o objetivo;

Solução de problemas e recursos – Nunca deixam problemas e desafios atrapalharem e encontram maneiras de obter sucesso, apesar das dificuldades;

Tenacidade e capacidade de superar dificuldades – Os empresários não param no primeiro, segundo ou até centésimo obstáculo, eles continuam trabalhando em direção ao sucesso;

Visão – Conheça o objetivo final quando você começa, em que a visão é o combustível que o impulsiona a avançar em direção ao objetivo;

Foco – Os empreendedores de sucesso estão focados no que trará resultados;

Orientado para a ação – Os empresários não esperam algo do nada e não esperam que as coisas aconteçam. Eles são praticantes.

Se quiser saber mais, veja 6 ferramentas essenciais para empreendedores.

Seja um empresário de sucesso

Para ser um empresário de sucesso é preciso estudar, entender o que se quer, listar objetivos e metas e ter persistência para não desistir no primeiro buraco que apareça.

E abrir uma empresa de forma correta, sabendo agora o que um empresário faz, envolve alguns passos que são essenciais para evitar problema com o fisco, e por isso, contar com especialistas vai dar muita tranquilidade para focar em outras atividades dentro da sua empresa.  

Fonte: Contabilizei