Qual a importância do controle de faltas?

0

Realizar o controle de faltas é uma tarefa muito importante no dia a dia das empresas.

É comum que os colaboradores de uma empresa tenham que faltar ao trabalho uma vez ou outra por conta de problemas pessoais ou imprevistos.

Muitas empresas realizam o controle de faltas de seus funcionários para entender diversos fatores do dia a dia de trabalho, como por exemplo, as taxas de absenteísmo e o impacto que a ausência de um colaborador exerce sobre o restante da equipe. 

No entanto, as faltas frequentes de funcionários podem acarretar uma série de dificuldades para a produtividade do trabalho e para o bom andamento dos negócios.

Por isso, realizar o controle de faltas ajuda a mostrar se a organização está no caminho certo em relação à motivação dos colaboradores e até mesmo ao ambiente interno da empresa.

A mywork elaborou este artigo com as principais questões a serem consideradas quando pensamos em controle de faltas.

Confira mais na leitura!

Por que fazer o controle de faltas?

Para o bom desempenho das atividades da empresa e, consequentemente, para o sucesso dos negócios, é importante que todas as equipes estejam alinhadas e trabalhando em harmonia.

Caso um colaborador falte um dia, é normal que a equipe se organize de modo a cobrir o trabalho daquele colega que, por algum motivo, teve que se ausentar do trabalho.

No entanto, o excesso de faltas pode resultar em dificuldades para o bom andamento do trabalho e, dependendo da situação, até mesmo queda nos lucros.

Realizar o controle de faltas ajuda a calcular as taxas de absenteísmo na empresa, ou seja, as taxas de ausências não programadas no trabalho, tanto por faltas, atrasos ou saídas antecipadas, independente das causas e justificativas apresentadas.

Nessa taxa se enquadram situações como problemas no transporte até consultas médicas e doenças.

No geral, os gestores já estimam que os colaboradores perderão uma certa quantidade de dias por ano, mas esse número não pode atingir índices altos.

Por isso, realizar o controle de faltas evita uma consequente perda de desempenho entre os funcionários e eventuais problemas envolvendo desorganização das equipes ou até mesmo situações mais graves, como uma possível demissão.

O que diz a lei?

A lei trabalhista prevê uma série de casos em que as faltas podem ser justificadas sem nenhum prejuízo ao colaborador:

  • em casos de falecimento de cônjuge, pais, irmãos, ascendentes e descendentes: até 2 dias seguidos;
  • em casos de casamento: até 3 dias seguidos;
  • em casos de cadastramento eleitoral: até 2 dias;
  • em caso de comparecimento em juízo: pelo tempo necessário.

Há outros casos específicos em que um colaborador pode ter suas faltas justificadas, como determinados no artigo 473 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

No entanto, quando se tratam de ausências injustificadas, o trabalhador pode ter que compensar as horas perdidas ao longo da semana ou pode ter descontado de seu salário o valor do dia de trabalho perdido.

Quando as faltas podem ser descontadas?

Os colaboradores que não tenham justificativas previstas em lei para faltas eventuais podem e devem ser descontadas do salário caso não haja reposição das horas não trabalhadas.

É importante, no entanto, que o empregador se atente às normas da Convenção Coletiva do Trabalho (CCT), Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) ou ao regimento interno da empresa.

Lembre-se que as faltas legais, justificadas, estão previstas no art. 473 da CLT e na Lei 605/49 e devem ser abonadas.

Como o controle de faltas se relaciona com o índice de turnover?

Entender os níveis de absenteísmo na empresa é entender o índice de turnover.

Ambos fatores são causados por alguns motivos em comum, já que tanto as ausências e atrasos quanto os níveis de rotatividade das pessoas podem ser causados por falta de motivação, problemas no ambiente de trabalho, estresse, etc.

Por isso, é importante entender quais são as necessidades das equipes para ajudá-las a ter uma maior motivação em relação aos objetivos do negócio.

Controle de Faltas

Afinal, não basta oferecer um bom salário: o reconhecimento e a valorização de suas habilidades e conquistas são alguns dos fatores que pesam positivamente no dia a dia de trabalho, bem como a capacidade de aprendizado e a liderança inspiradora.

Se a empresa não alimentar essas necessidades das equipes, o turnover e o índice de faltas tendem a ser mais altos.

O controle de faltas ajuda a entender se a organização está no caminho certo.

O excesso de faltas pode representar um local de trabalho tenso e estressante, com sobrecarga de trabalho, queda na motivação e na produtividade e ausência de uma liderança inspiradora.

Por outro lado, se há uma cultura forte e sólida, transparência nas relações, reconhecimento dos esforços e conquistas, certamente a empresa terá como reflexo um baixo índice de turnover e de faltas.

mywork é uma excelente solução para as empresas que desejam controlar as faltas de seus colaboradores e acompanhar a jornada dos funcionários de maneira prática, fácil e completamente digital.

Você pode testar o sistema da mywork gratuitamente por 15 dias clicando aqui.

O que pode causar faltas de colaboradores?

São diversos os motivos pelos quais um funcionário pode se ausentar do trabalho. Entre as mais comuns estão:

  • Doenças;
  • Questões pessoais;
  • Assuntos familiares;
  • Estresse ou falta de motivação;
  • Mentalidade de direito (quando a pessoa se considera no direito de faltar)

Há mais motivos pelos quais um profissional tenha que se ausentar do trabalho, por isso é importante identificar os motivos das faltas de seus colaborador para depois concentrar os esforços em superar as dificuldades causadas pelas ausências.

Outros motivos que podem ocasionar um número maior de faltas no trabalho são:

  • Desmotivação e cansaço: que podem ser ocasionados por longas jornadas de trabalho, condições inadequadas de trabalho, baixa remuneração e falta de perspectiva de crescimento na empresa.
  • Estresse: o estresse no trabalho pode estar relacionado à pressão de gestores e do restante da equipe, ao ambiente hostil ou à metas inalcançáveis.
  • Depressão e burnout: a sobrecarga e o estresse no trabalho podem ocasionar transtornos mais sérios que causam um longo período de afastamento do trabalho, podendo gerar o esgotamento mental do colaborador;
  • Falta de engajamento: A falta de comprometimento com colegas, falta de uma liderança conciliadora e inspiradora ou a incerteza sobre o próprio papel na empresa podem ser indícios de um quadro de ausências acentuadas;
  • Sentimento de deriva: quando não há um alinhamento de tarefas e objetivos, bem como dificuldades em identificar uma liderança forte, há o desencontro de informações e falta de clareza nas atividades que devem ser realizadas. A necessidade de uma avaliação de desempenho e de feedbacks constantes torna-se essencial;
  • Busca de emprego: no geral, se um colaborador tem muitos dos comportamentos acima listados, é comum que o próximo passo seja buscar um novo emprego, o que acarreta num maior número de faltas.

Qual o impacto das faltas na produtividade?

As faltas ao trabalho, num primeiro momento, parecem não afetar tanto o andamento dos negócios, pois é normal que emergências aconteçam uma vez ou outra.

Os colegas tendem a se rearranjar para cobrir aquele que precisou se ausentar, o que mostra a colaboração entre a equipe.

No entanto, é importante realizar o controle de faltas dos colaboradores.

Elas acontecem todo mês? Toda semana? É importante realizar esse controle de faltas para entender, inclusive, se o absenteísmo é um padrão (e não algo excepcional).

Faltas acentuadas podem refletir negativamente nas atividades da empresa.

Há momentos, infelizmente, em que o absenteísmo na empresa está ligado ao comportamento dos colaboradores.

Quando há uma ausência justificada por licença médica, por exemplo, os gestores devem, por lei, abonar as faltas.

No entanto, é necessário prestar atenção quando essa situação se torna recorrente e realizar o controle de faltas para detectar tendências e quantidade de ausências de um funcionário é fundamental.

Acompanhar os motivos das faltas dos colaboradores, sendo elas justificadas ou não, é essencial para evitar fraudes e problemas trabalhistas.

Como evitar faltas excessivas?

Investigar os motivos das ausências dos colaboradores ajuda no controle de faltas excessivas nas empresas e reduzir esses índices.

Dificilmente o absenteísmo de uma empresa será zerado, mas algumas práticas podem ajudar a reduzi-lo.

  1. Gerenciamento transparente: é importante deixar claro os objetivos da organização e o desempenho que se espera das pessoas. Com uma gestão clara, você pode divulgar de maneira mais fácil às informações da empresa e realizar o controle de faltas sem grandes problemas, possibilitando o entendimento sobre o motivo das ausências. Uma gestão transparente e aberta ao diálogo torna os colaboradores mais satisfeitos e motivados, e minimiza os problemas enfrentados na rotina diante de possíveis ausências;
  2. Fortalecimento da cultura organizacional: realizar pesquisas periódicas entre os colaboradores para analisar o clima e as condições de trabalho é fundamental para entender o que se passa no dia a dia da empresa, o que ajuda a identificar também aspectos negativos que podem estar ocasionando um número de faltas maior do que o desejado. Além disso, essa prática melhora o ambiente interno de trabalho e minimiza os problemas enfrentados na rotina das equipes.
  3. Valorização e retenção de talentos: criar uma política de valorização dos colaboradores é fundamental para manter as pessoas engajadas, pois aqueles funcionários que não são reconhecidos são mais propensos a querer sair da empresa. Ao adotar uma política de valorização ajuda a manter as pessoas engajadas e estimula a motivação e a autoestima da equipe, contribuindo para a diminuição de faltas.

Dica extra do Jornal Contábil: Se prepare e se especialize em Departamento Pessoal Gostaríamos que conhecessem nosso treinamento completo e totalmente na prática de departamento pessoal e eSocial para contadores.

Aprenda todos os detalhes do departamento pessoal de forma simples e descomplicada. Saiba tudo sobre regras, documentos, procedimentos, leis e tudo que envolve o setor, além de dominar o eSocial por completo. 

Essa é a sua grande oportunidade de aprender todos os procedimentos na prática com profissionais experientes e atuantes no segmento, clique aqui acesse já!

Original de Mywork

MyWork