Qual a influência das redes sociais na busca de um emprego?

0

Costumamos ver em filmes policiais que na hora de prender um suspeito o policial informa que tudo que disser pode ser usado contra a pessoa.

Pois é, em tempos de internet tudo o que a pessoa postar também poderá ir contra ela mesma.

Na hora de buscar uma colocação no mercado de trabalho, por exemplo. Acompanhe conosco essa leitura para usar as mídias sociais a seu favor na hora de ser contratado.

As mídias sociais e o perfil do candidato

A influência das redes sociais como LinkedIn, Facebook e Instagram no mercado de trabalho estão cada dia mais presentes e pode ser favorável quando bem utilizada e desfavorável quando mal aplicada, podendo fazer toda diferença no momento da seleção.

Para alguns especialistas, a exposição excessiva nas redes sociais pode influenciar de forma negativa uma busca ou recolocação no mercado de trabalho, uma vez que se torna mais comum as empresas fazerem uso dessa ferramenta no momento de uma contratação.

Desta forma, é importante lembrar que mesmo as redes sociais tendo um caráter pessoal, no momento que você permite o acesso de outras pessoas as suas publicações, elas deixam de ser só suas.

O importante é saber utilizar de forma útil e vantajosa sem ter que omitir quem realmente você é.

Assim, é necessário apenas tomar cuidados com os excessos, tais como: postagens com insatisfação do término do final de semana, exposição com roupas sensuais, uso de bebidas alcoólicas ou de palavras de baixo calão, disseminação de preconceitos, frases sobre odiar acordar cedo ou trabalhar às segundas-feiras, entre outras.

Afinal, de acordo com o que se é divulgado nas páginas sociais, é possível avaliar comportamentos e esse pode ser o diferencial entre os candidatos na hora da seleção para uma entrevista de emprego.

O que postar em seu perfil público?

Vamos exemplificar com o LinkedIn. Este aplicativo, por exemplo, pode ser útil inclusive para quem já se encontra no mercado de trabalho, uma vez que a pessoa pode fazer atualizações de cursos e treinamentos especiais.

Designed by @yanalya / freepik
Designed by @yanalya / freepik

Essa forma de exposição é bem positiva, pois aumenta as chances de ser visto por outras empresas, que podem se interessar e fazer propostas melhores e mais lucrativas.

É sempre bom e muito importante ter em mente que o recrutador analisa o perfil de um candidato também através das redes sociais, por essa razão é de fundamental importância o uso da verdade nas publicações realizadas em sua rede, principalmente o Linkedin que se trata de uma rede voltada para a vida profissional do indivíduo.

É importante ter sempre em mente que as redes sociais são uma forma de relacionamento e que estes potencializam a troca de informações, o chamado “networking”, se fazendo presente a todo momento.

E a pessoa pode encontrar uma oportunidade de estágio ou até mesmo uma vaga em uma empresa através do seu perfil em redes sociais. Utilizar as redes sociais ao seu favor pode fazer ganhar pontos enaltecendo suas qualidades.

Publicar artigos que você já escreveu e acha relevante, livros relacionados a sua área de formação ou de interesse, comentar participações em cursos, eventos, palestras ou congressos são alguns exemplos do que pode e deve ser postado.

As ferramentas sociais bem utilizadas podem ser um fator positivo, que contribui na sua inserção ou reinserção no mercado de trabalho.

Conclusão

Após ler todas essas dicas, conclui-se que as empresas buscam por profissionais comprometidos com uma postura adequada, que prezam por um bom marketing pessoal e que demonstrem equilíbrio.

É de extrema importância amadurecer o que está postando e a forma como estão sendo utilizadas as redes sociais.

Portanto, procure desenvolver um filtro pessoal sobre o que é relevante e o que deve ser evitado. Bom senso deve ser usado na hora de clicar e postar.

Por: Ana Luzia Rodrigues