Quando começa o saque emergencial do FGTS 2021?

0

Diante do cenário de pandemia, o governo federal vem replicando diversas medidas que foram realizadas ao longo do ano passado para contenção da crise econômica em decorrência da Covid-19.

Os trabalhadores, empresas e aposentados puderam contar com diversos programas que já estão sendo liberados novamente esse ano como é o caso do auxílio emergencial, da prorrogação no pagamento de impostos, a nova margem do crédito consignado, antecipação do 13º salário do INSS, programa de preservação do emprego e renda, além de várias outras medidas que deveram certo e estão retornando ou devem retornar nos próximos dias.

Mas, e no caso do FGTS Emergencial? Para quem não se lembra, o governo federal permitiu que os trabalhadores pudessem realizar o saque de até um salário mínimo das contas ativas e inativas do fundo no ano passado. A medida conseguiu injetar mais de R$ 38 bilhões a econômica, além de ter apoiado mais de 60 milhões de brasileiros.

Para esse ano de 2021, de fato pouca coisa tem se falado sobre o saque emergencial do FGTS. A medida foi divulgada ainda no final do ano passado dentro do pacote de contingência da pandemia em uma possível segunda onda da Covid-19 no país este ano.

Além disso, membros da equipe econômica do governo afirmaram que há uma margem de recursos no FGTS para permitir uma nova rodada de retiradas este ano. A medida não comprometeria a sustentabilidade do fundo.

FGTS

As especulações apontam que a liberação do FGTS emergencial deve ocorrer este ano, mas que deve ser confirmada somente no meio do mês com sua liberação nos últimos dias do mês de junho, até lá, o que resta aos trabalhadores é aguardar a liberação da medida.

A estimativa ainda é que a medida conte com as mesmas regras do ano passado, ou seja, permitindo o resgate de até um salário mínimo das contas do fundo aos trabalhadores, bastando apenas ter saldo para realizar o saque?

Quem terá direito ao FGTS Emergencial se a medida for liberada este ano?

Caso a medida seja liberada este ano, a mesma deve disponibilizar o saque dos recursos do fundo a todos os trabalhadores que tenham saldo nas contas ativas (emprego atual) bem como nas contas inativas (empregos anteriores) do FGTS.

Qual será o valor para saque?

Conforme se acredita a medida deve vir com as mesmas regras do ano passado, logo, os trabalhadores este ano poderão resgatar um valor de até R$ 1.100 que é referente a um salário mínimo atual por saque.