Quanto preciso ganhar para financiar um carro? Veja simulações

Comprar o carro é o desejo de muita gente, ainda mais se o mesmo for novo. O sonho do automóvel zero km pode se tornar um algo inalcançável se a renda não corresponder. Se não dá para comprar à vista, a saída é se meter num financiamento. Mas, mesmo assim, existe um limite de renda para que a operação financeira seja efetuada.

De acordo com a lei, o limite de renda necessário para o financiamento de veículo é de 30%. Ou seja, se alguém ganha R$ 3.000, a prestação máxima a ser paga mensalmente é de R$ 900. Isso é só um exemplo, já que as rendas variam e nem só o salário do pretendente a dono de carro pode entrar na conta. Considera-se a renda familiar como opção para alcançar uma prestação maior.

Os planos de financiamento de veículos geralmente trabalham com percentuais de entrada a partir de 20% até 48 meses e 30% com saldo em 60 meses. Diante disso, utilizando um calculador de financiamentos de um banco privado especializado em financiamentos de veículos, chegamos a alguns resultados interessantes para os 10 carros mais vendidos do Brasil em 2017. Usamos os preços de acesso de cada modelo e um plano de financiamento com duas opções: 36 meses e 60 meses.

Anúncios

No primeiro caso, é a média de financiamentos do mercado, enquanto a segunda opção é o limite de parcelas estipulado pelos próprios bancos em virtude do risco de calote. Com taxa de inadimplência ainda alta, as instituições financeiras não se arriscam mais além desse patamar. O mesmo serve para os bancos de montadoras. Nesta simulação, o custo efetivo do total (CET) equivale a juros de 2,43% ao mês e 33,41% ao ano.

Chevrolet Onix – R$ 42.990

No caso do líder de vendas do mercado nacional, o financiamento da versão Joy, a mais barata do Chevrolet Onix, nos moldes empregados na matéria, é de 36 parcelas de R$ 1.444,81 para uma entrada de R$ 8.598, ou seja, 20% do valor do carro. Então, quanto devo ganhar para financia-lo nessas condições?

Nesse caso de 36 parcelas com 20% de entrada e limite de 30% dos vencimentos, a renda do pretende terá de ser R$ 4.816, que é um salário considerável, tendo em mente a renda da maioria dos brasileiros, que é bem baixa. Se o mesmo optar por um plano de 60 meses, a parcela cai para R$ 968,99, mas a entrada será de R$ 12.897. Aí, a renda mínima desce para R$ 3.230.

Hyundai HB20 – R$ 43.660

No exemplo do Hyundai HB20, o vice-líder em vendas no ano passado, os planos de financiamento com 20% de entrada com saldo em 36 meses e 30% de entrada com saldo em 60 meses correspondem a R$ 8.732 e R$ 13.098, respectivamente, com mensais de R$ 1.467,33 e R$ 984,10. Diante disso, a renda mínima para os dois casos é de R$ 4.891 e R$ 3.280.

Ford Ka – R$ 44.780

O terceiro mais vendido em 2017 é o Ford Ka e sua versão mais em conta é a SE 1.0. Mas, quais serão as rendas para financiamentos desse compacto? No plano de 20% de sinal, o comprador dará R$ 8.956. Já as parcelas mensais ficarão em R$ 1.504,97. Para obter esse plano, o consumidor precisa comprovar renda de no mínimo R$ 5.017. Um bom salário na realidade brasileira.

No segundo caso, o comprador precisará ter uma renda mínima de R$ 3.364. Nisso, a entrada terá de ser de R$ 13.434 com 36 parcelas de R$ 1.009,34. Note a diferença de renda nos dois planos de financiamento.

Volkswagen Gol – R$ 43.840

O clássico nacional já viu diversos planos econômicos econômicos e moedas no Brasil e continua firme. Mas, firme mesmo tem de estar é o comprador para ter o popular da VW na garagem. Nos planos apresentados acima, a renda mínima terá de ser de R$ 4.911 para 20% de sinal (R$ 8.768) e saldo em 36 meses de R$ 1.473,37.

Mas se a renda não comporta, então o negócio é entrada de 30% e saldo em 60 vezes de R$ 988,15. Nesse caso, o sinal sobe para R$ 13.152 e a renda mínima precisa ser de R$ 3.294. Dessa forma, é possível sair guiando o Gol zero km.

Chevrolet Prisma – R$ 47.490

O sedã compacto da Chevrolet é outro exemplo entre os 10 mais vendidos. O futuro proprietário precisa demonstrar rendas de R$ 5.320 e R$ 3.568 , respectivamente para planos de 36 e 60 meses, conforme as regras já conhecidas. Dessa forma, os valores de entrada precisam ser de R$ 9.498 e R$ 14.247, na mesma ordem. Por fim, aquilo que deve caber no bolso será de R$ 1.596,04 e R$ 1.070,42.

Renault Sandero – R$ 44.050

O hatch espaçoso da Renault pode ser seu, mas é preciso que você ganhe de R$ 3.310 a R$ 4.935, para planos de financiamento de 60 ou 36 meses, conforme já comentado. Assim, para você levar o Sandero para casa, terá de dar R$ 13.215 ou R$ 8.810 de entrada e parcelar o restante com mensais de R$ 992,89 ou R$ 1.480,43, respectivamente.

Toyota Corolla – R$ 92.690

Estranho nesse ninho, o Corolla é um sedã controverso para muita gente por conta do preço e da proposta. No caso de um financiamento do best seller da Toyota, o ganho do interessado precisa realmente ser alto. Afinal, entre os mais vendidos, ele praticamente custa mais que o dobro da média.

Assim, se quiser ter o carro mais vendido do mundo no quintal, terá de ganhar R$ 10.384 ou R$ 6.964, respectivamente com entradas de 20% e 30%, mais saldo em 36 ou 60 parcelas de R$ 3.115,13 ou R$ 2.089,23. Observe que a prestação maior é equivalente aos salários necessários para os modelos acima. As entradas também precisam ser boas, sendo na mesma ordem: R$ 18.538 e R$ 27.807. Ou seja, para ter o famoso sedã japonês, é preciso ganhar de R$ 7.000 a R$ 10.000 no mínimo.

Fiat Mobi – R$ 34.690

Se a opção for mais humilde, o Fiat Mobi aparece custando muito menos. Em realidade, quase um terço do preço do modelo acima. Nesse caso, os planos de 20% (R$ 6.938) ou 30% (R$ 10.407) de sinal e saldos em 36 de R$ 1.165,86 ou 60 meses de R$ 781,91, significam ganhos mínimos de R$ 3.886 e R$ 2.606. Nesse último caso, a renda mínima é interessante para boa parte da população brasileira, mas lembrando que isso significa comprometer 30% da renda mensal.

Jeep Compass – R$ 109.990

Agora, indo do mais simples ao mais luxuoso, e caro, chegamos ao Jeep Compass. Nesse caso, para um plano de financiamento de 36 meses, a entrada será de R$ 21.998, enquanto as parcelas sairão por R$ 3.696,54 cada. Para fazer esse plano, você precisa ganhar pelo menos R$ 12.322, um excelente salário nas condições brasileiras.

Se a renda não for tão interessante quanto a citada, então o plano para ter o jipão da Jeep é aquele com 30% de entrada e 60 parcelas. Assim, será necessário uma renda de R$ 8.264, mais sinal de R$ 32.997 e mensais de R$ 2.479,17. Diante desses números, o modelo da FCA, citado acima, parece uma pechincha. Observe também que os valores de sinais para Compass e Corolla são equivalentes aos preços de carros novos.

Honda HR-V – R$ 80.900

O Honda HR-V fecha o grupo dos 10 carros mais vendidos e com ele, um preço ainda alto, mas não tanto quanto de Corolla e Compass. Para ter o crossover (com câmbio manual) em casa, o comprador precisa ter uma renda de R$ 9.063 se o caso for financiar em 36 meses e dando uma entrada de 20%. Nesses casos, os valores são de R$ 2.718,89 e R$ 16.180, respectivamente.

Já se o interessado em levar o HR-V tiver uma renda de no mínimo R$ 6.078, ele pagará 60 mensais de R$ 1.823,49 e terá dado um sinal de R$ 24.270. Então, mesmo que a parcela caiba no bolso, será preciso dar uma boa entrada e, especialmente, comprovar que tem ganho compatível.

Via Notícias Automotivas

Comente no Facebook

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

DEIXE UMA RESPOSTA

Coloque seu comentpario
Coloque o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.