Quebra de Caixa na Empresa: Entenda como evitar

0

É uma situação complicada quando ocorre a quebra de caixa na empresa, certo? De uma hora para outra parece que toda a situação financeira precisa ser resolvida no improviso. O fato é que a situação em que as despesas superam as receitas não deve ser tratada com naturalidade, afinal, revela problemas sérios com a saúde financeira do negócio.

quebra de caixa pode ocorrer por uma série de motivos: falta de planejamento de estoques, aquisição de dívidas não planejadas ou até problemas com as vendas. Acontece que, independentemente da razão, devemos estar preparados para evitar que esse problema faça parte da realidade do negócio.

Para te ajudar com isso, resolvemos trazer, no post de hoje, uma lista com 4 formas de evitar a quebra de caixa. Confira!

Monitore o fluxo de caixa

Nossa primeira dica é muito simples. É importante que você faça uma boa gestão do fluxo de caixa. Basicamente, a ideia é monitorar toda a entrada e saída de recursos operacionais do negócio, isto é, aqueles ligados à atividade-fim. Com isso, você começa a entender um pouco mais sobre as finanças da empresa.

Com o monitoramento do fluxo de caixa o gestor passa a atuar de maneira mais profissional e consegue desenvolver uma série de outras medidas como, por exemplo, as projeções de caixa, assunto que veremos logo em seguida.

Realize projeções de caixa

É importante que o gestor realize projeções de caixa, tomando como base o histórico de vendas e despesas da empresa, além de uma avaliação das despesas que serão realizadas em períodos futuros. Com isso, é possível ter uma visão completa e saber o que esperar da empresa.

Dessa forma, você realiza compra de estoques mais precisas, o que aumenta o capital de giro do negócio, evita a contração de dívidas que não pode pagar e ainda pode contar com uma estimativa da projeção de vendas para os próximos períodos, levando em conta não só o histórico do caixa, mas também uma análise de mercado.

Utilize softwares de controle financeiro

Outra dica importante para evitar a quebra de caixa é a utilização de softwares para o controle financeiro. Como vimos, a realização de projeções depende de um acompanhamento do fluxo de caixa. Isso significa que você deve fazer um acompanhamento preciso e dinâmico de todas as movimentações financeiras.

Os softwares de controle financeiro, além de facilitarem o controle das finanças e automatizarem os processos internos, também ajudam o gestor a analisar a gestão das finanças com a ajuda de indicadores de desempenho. Por sinal, os softwares apresentam gráficos que podem ser acompanhados dinamicamente.

Desenvolva uma cultura forte

Para fechar o nosso texto, é importante que você desenvolva uma cultura forte na sua empresa, pautada na prestação de contas. Em outras palavras, é preciso que tanto os colaboradores quanto o próprio gestor estejam cientes a respeito do monitoramento do fluxo de caixa.

Afinal, muitas vezes são os próprios profissionais que precisam efetuar os registros, certo? Então é necessário que eles realmente entendam a importância desses procedimentos e sua relação com a quebra de caixa. Uma boa dica é realizar treinamentos internos para que saibam exatamente os cuidados e técnicas que devem ser utilizados.

Fonte: Flua

FLUA