Queda de viaduto do metrô do México deixa 24 mortos

0

Em 3 de maio, às 22h22, um viaduto de apoio embaixo de um trem em movimento do metrô da Cidade do México desabou, fazendo com que o trem batesse em uma rua movimentada embaixo dele. 

O número de mortos foi de pelo menos 23, e mais de 70 ficaram feridos.

O acidente ocorreu perto da Estação Olivos da Linha 12, a mais nova do metrô da Cidade do México, operado pela STC (Sistema de Transporte Colectivo).

Dois carros do trânsito CAF FE-10 de sete carros caíram parcialmente em uma estrada principal movimentada. Alguns dos mortos ou feridos estavam em veículos sob o viaduto.

A linha 12 foi inaugurada em outubro de 2012. O trecho sul em que ocorreu o acidente consiste em um viaduto de concreto com 14 quilômetros de extensão.

O viaduto foi fechado por 21 meses em 2014-2015 devido a preocupações com a qualidade da construção e desgaste excessivo dos trilhos, e foi reaberto após um trabalho de correção significativo supervisionado pelos consultores franceses SYSTRA e TSO.

A linha 12 fechou novamente em 2017 após um terremoto de magnitude 7,1 que atingiu a Cidade do México em 19 de setembro de 2017. 

O terremoto causou danos visíveis na seção sul de Olivos. Foi reaberto após reparos em 30 de outubro de 2017.

Conteúdo traduzido da fonte Railway Age por Wesley Carrijo para o Jornal Contábil