Quem ficou de fora do auxílio emergencial só tem até segunda para contestar

0

O auxílio Emergencial já começou a pagar a primeira parcela da nova rodada, o inicio foi na terça-feira (6). No entanto, muita gente teve o benefício negado, mesmo sendo um dos beneficiários que receberam o pagamento em dezembro de 2020. Neste caso será necessário fazer uma contestação. Mas, fique ligado, prazo para recorrer termina nesta segunda-feira (12).

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal. / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O sistema só irá aceitar os critérios passíveis de contestação (aqueles em que é possível haver atualização de bases de dados da Dataprev), conforme informou o Ministério da Cidadania. Será permitido que você conteste a decisão.

Lembrando, que o benefício também poderá ser cancelado após processo de reavaliação mensal, porém o beneficiário também poderá contestar a decisão.

O auxílio emergencial 2021 será pago em quatro parcelas com valores que poderão variar de acordo com a composição familiar e o perfil do beneficiário. São valores de R$ 150 a R$ 375.

Como contestar o auxílio emergencial negado?

O beneficiário terá que acessar o Portal da Dataprev, preencher um fomulário, informando os seus dados, Número de CPF, data de nascimento, nome da mãe (caso não tenha colocar mãe desconhecida).

Clique em “enviar” e acompanhe todos os detalhes do seu auxílio emergencial.
Se ao fizer a consulta o resultado for “inelegível”, clique sobre o botão “Contestar”.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil