Ícone do site Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal

Quem sofre com fibromialgia têm direito a aposentadoria por invalidez?

designed by @fongbeerredhot / freepik

designed by @fongbeerredhot / freepik

A aposentadoria por invalidez é concedida ao trabalhador que estiver incapacitado de forma definitiva a exercer sua profissão ou outra atividade laboral. Mas, será que algumas doenças vão dar direito a esse benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Por exemplo, as pessoas que sofrem com fibromialgia vão poder solicitar o benefício por incapacidade permanente (aposentadoria por invalidez).

A fibromialgia é uma doença que provoca dores pelo corpo das pessoas, principalmente na musculatura e articulação. Esse tipo de dor pode incapacitar uma pessoa a exercer suas atividades laborais ou, diminuir o seu ritmo no trabalho.

Portanto, fique sabendo que a Fibromialgia pode levar a pessoa a se aposentar por invalidez. No entanto, o INSS exige que o trabalhador cumpra algumas exigências antes de liberar o benefício.

Para isso, será necessário passar por uma perícia médica no Instituto para comprovar que a sua condição é irreversível, ou seja, não há cura para a sua doença. Desta forma não existe a possibilidade de você retornar ao trabalho. Sendo assim, será possível pedir a aposentadoria por invalidez.

Como receber aposentadoria por invalidez?

Em alguns casos, antes de conceder a aposentadoria por invalidez, o INSS afasta o trabalhador de suas funções concedendo o auxílio-doença (benefício por incapacidade temporária). Também é possível requerer a conversão do auxílio-doença para aposentadoria.

O auxílio-doença permite que o trabalhador fique um tempo afastado do trabalho até recuperar sua saúde. Já na aposentadoria por invalidez, a pessoa não tem mais condições de voltar a trabalhar, ou seja, está definitivamente incapacitada e sem cura ou reversão.

Requisitos a serem cumpridos para ter direito a aposentadoria por invalidez

O INSS exige uma carência para ter direito ao benefício, neste caso, será necessário ter pelo menos 12 contribuições;

ter condição de segurado do INSS;

passar por perícia médica;

comprovar que realmente está incapacitado de forma permanente.

Fibromialgia

Quem sofre com essa doença pode ter sintomas de dores pelo corpo, que geralmente é pior nas costas e no pescoço com uma duração de pelo menos três meses. Ela aparece nas mulheres entre os 35 e os 50 anos, e os sintomas podem piorar após a realização de esforço físico, estresse emocional ou exposição ao frio.

Outros sintomas da doença que pode ser notado é a sensação de formigamento nas mãos e nos pés, sensação de pernas inquietas antes de dormir, tontura e dor abdominal. Na maioria dos casos, a febre não é um sintoma característico da fibromialgia.

O diagnóstico da fibromialgia deve ser feito pelo clínico geral ou reumatologista de acordo com os sintomas apresentados pela pessoa, bem como avaliação do histórico de saúde e história de fibromialgia na família.