Quem tem MEI tem CNPJ?

0

Se você quer começar um negócio ou já trabalha por conta própria e fatura até R$ 81 mil por ano, você pode ser um MEI (Microempreendedor Individual). A categoria oferece vantagens e benefícios ao empreendedor brasileiro, o que possibilita o acesso à facilidades para expandir seu negócio, dentre elas, podemos citar a abertura de conta bancária, emissão de notas fiscais e o pedido de empréstimos.

Mas uma das principais dúvidas dos interessados está relacionada ao CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) e se o MEI também possui esse cadastro, que é obtido quando se formaliza uma empresa no país.

Esse número compreende as informações cadastrais das entidades de interesse das administrações tributárias da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Por isso, continue lendo para saber se o MEI tem CNPJ e qual a importância desse cadastro.

Quem precisa de CNPJ?

Todas as entidades domiciliadas no Brasil, inclusive as pessoas jurídicas equiparadas pela legislação do Imposto sobre a Renda, estão obrigadas a se inscrever no CNPJ. São também obrigados a se inscrever no CNPJ:

I – órgãos públicos de qualquer dos poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios;

II – condomínios edilícios, e os setores condominiais na condição de filiais, desde que estes tenham sido instituídos por convenção de condomínio;

III – grupos e consórcios de sociedades;

IV – consórcios de empregadores;

V – clubes e fundos de investimento;

VI – representações diplomáticas estrangeiras no Brasil;

VII – representações diplomáticas do Estado brasileiro no exterior;

VIII – representações permanentes de organizações internacionais ou de instituições extraterritoriais no Brasil;

IX – serviços notariais e de registro;

X – fundos públicos;

XI – fundos privados;

XII – candidatos a cargo político eletivo e frentes plebiscitárias ou referendárias;

XIII – incorporações imobiliárias objeto de opção pelo Regime Especial de Tributação (RET);

XIV – comissões polinacionais, criadas por ato internacional celebrado entre o Brasil e outros países;

XV – entidades domiciliadas no exterior;

XVI – instituições bancárias do exterior que realizem operações de compra e venda de moeda estrangeira com bancos no País;

XVII – Sociedades em Conta de Participação (SCPs) vinculadas aos sócios ostensivos; 

XVIII – outras entidades, no interesse da RFB ou dos convenentes.

CNPJ

MEI têm CNPJ?

Ao se formalizar por meio do Portal do Empreendedor, o MEI também passa a ter registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). Desta forma, o número do CNPJ consta na referida plataforma, onde pode ser conferido de forma simples. Veja como:

  • Entre no portaldoempreendedor.gov.br;
  • Depois acesse a opção “serviços”;
  • Após isso, acesse a opção “Comprovante de MEI”;
  • Ao clicar “Comprovante de MEI”, aparecerá uma página onde você deverá informar o seu CPF e a sua data de nascimento;
  • Na sequência aparecerá o resultado da sua pesquisa.

Para saber a situação do seu CNPJ, basta seguir o passo a passo: 

  • Acesse a página de serviços do site da Receita Federal;
  • Preencha o CNPJ e os caracteres exibidos na imagem;
  • Clique em consultar;
  • As informações básicas do seu negócio serão exibidas e a situação de ativo ou não;

Para obter informações detalhadas você pode ainda acessar o e-CAC e fazer o controle da situação cadastral da sua empresa.

Cartão CNPJ x Certificado MEI

Esses documentos podem confundir os empreendedores. Então, para não restar dúvidas saiba que o Certificado do MEI se trata de um documento onde contém as seguintes informações:

  • Dados do titular da empresa (nome completo, CPF e número de identidade);
  • Valor investido no MEI;
  • Dados da empresa (razão social, endereço comercial, número do CNPJ, registro da empresa na junta comercial (Nire) e CNAE, além da situação cadastral.

Por sua vez, o cartão CNPJ se trata de um documento que contém apenas as informações sobre a sua empresa: 

  • Número do CNPJ, 
  • Razão social, 
  • Endereço;
  • Situação cadastral.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Samara Arruda