Quem tem nome sujo pode abrir um MEI?

0

Você está com restrição no nome? Esta é a realidade de muitos brasileiros, com a crise que estamos vivendo em meio a esta pandemia do coronavírus, está cada vez mais difícil manter as contas pagas em dia. 

E a maior dúvida das pessoas é se um cidadão com restrição no nome pode abrir cadastro no MEI.

Continue conosco e entenda se é possível ou não. 

Antes de você entender se é possível ou não, vamos te explicar o que é um MEI. Veja! 

A sigla MEI quer dizer “Microempreendedor Individual”, com este regime os trabalhadores informais, autônomos, podem formalizar o seu negócio, tendo várias vantagens ao aderir ao regime. 

Ao se tornar um MEI os profissionais exercem suas atividades por conta própria e sem muito trabalho e dores de cabeça, de maneira simples e rápida. 

Para se tornar um MEI o faturamento anual é de até R $81 mil por ano. 

Quais as vantagens de se tornar um MEI? 

Vamos listar as principais vantagens. Veja abaixo! 

  • Isenção de tributação e de impostos federais, sendo um valor mensal de até 55 reais; 
  • Mais facilidade para fazer financiamentos bancários;
  • Auxílio doença e maternidade;
  • Aposentadoria. 
Designed by fernandoks / istockphoto
Designed by fernandoks / istockphoto

Mas agora vamos para o ponto principal da nossa matéria: a pessoa que tem restrição no nome pode ser um MEI? 

Sim é possível, isto não impede que uma pessoa abra cadastro como MEI, mas existem alguns pontos que podem influenciar na abertura de um CNPJ MEI

Quais são os motivos que atrapalham a pessoa ter um CNPJ MEI? 

  • É importante que o seu CPF esteja atualizadas, caso contrário isto poderá prejudicar na abertura de um MEI;
  • Caso você seja estrangeiro e não possuir um título de Eleitor, a única saída é você ter feito a declaração do Imposto de Renda, além do visto permanente e CPF; 
  • Confira os dados do seu titulo de eleitor, vale ressaltar que o mesmo não pode estar atrelado ao seu CPF;
  •  E por último é necessário ser maior de idade, se for menor de 18 anos apresente a emancipação.  

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Laís Oliveira