Quer cancelar seu registro MEI? Veja como funciona

0

Manter uma empresa não é uma tarefa fácil, então, se por algum motivo o empreendedor tiver que encerrar suas atividades é preciso estar atento à alguns cuidados para fazer a baixa do seu registro MEI (Microempreendedor Individual).

Mas não se preocupe, saiba que é possível fazer todo o procedimento de uma forma simples e gratuita. 

Então, se você têm dúvidas sobre esse assunto, acompanhe o passo a passo para o cancelamento do seu MEI.

Antes, é importante ressaltar que é possível fazer o encerramento do registro mesmo tendo alguns boletos em atraso, porém, mantenha essas obrigações em dia para evitar prejuízos e dor de cabeça futuramente. 

Custos

Assim como o registro MEI, a baixa também não possui custos mas lembre-se que ainda deverá pagar os boletos dos Documentos de Arrecadação do Simples (DAS) mesmo depois de encerrar o seu negócio.

As dívidas do MEI permanecem registradas em seu CPF e a Receita Federal poderá cobrar os juros e multas pelo atraso. 

Onde fazer a baixa do registro?

Se você decidiu que irá fazer a baixa, verifique se fez as Declarações Anuais do Simples Nacional (DASN SIMEI).

Todo o procedimento é feito pela internet, assim você não precisará sair de casa para fazer a baixa do seu registro de Microempreendedor Individual.

Para isso, basta acessar o Portal do Empreendedor e informar o CNPJ, CPF e o Código de Acesso do Simples Nacional. 

Se você não se lembrar do código, poderá solicitar outro que será enviado ao e-mail que foi registrado no momento do seu cadastro.

Então, você será direcionado à um formulário onde consta a solicitação de baixa e deverá confirmar o pedido.

Feito isso, imprima o Certificado da Condição de Empreendedor Individual (CCMEI) que foi gerado.

Ele é um documento que comprova a baixa no MEI e você ficará resguardado de qualquer tipo de cobrança que venha ser feita após o encerramento do registro. 

Designed by @yanalya / Freepik
Designed by @yanalya / Freepik

Declaração de Extinção

Após fazer a baixa do registro é preciso preencher a Declaração de Extinção – DASN-SIMEI e entregar até o último dia do mês de junho, quando a extinção ocorrer entre janeiro e abril de cada ano; e do mês subsequente ao da extinção, quando o encerramento for realizado entre maio e dezembro de cada ano. 

Mas saiba que se for feita em atraso, será cobrada uma multa e a notificação de lançamento da multa por atraso na entrega da declaração – MAED é gerada no momento da transmissão da declaração e estará disponível para pagamento quando da impressão do recibo de entrega da DASN- Simei. 

Impostos Pendentes

Como falamos acima, se você possui boletos em atraso faça o pagamento.

Mas caso não saiba e queira verificar como está a situação do seu MEI, acesse o site do Simples Nacional.

As dívidas estarão no Programa Gerador de DAS do Microempreendedor Individual e você poderá emitir as guias se tiver algum valor em aberto.

Depois, basta imprimir e efetuar o pagamento das guias de pagamento (DAS). 

O que acontece após o fechamento do MEI?

Depois de todo o procedimento, a inscrição MEI cancelada terá os seguintes efeitos:

• Baixa da inscrição do MEI no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ);

• Baixa das inscrições do MEI nas administrações tributárias estadual e municipal;

• Cancelamento das licenças e dos alvarás concedidos.

Diante disso, caso mude de ideia, o empreendedor deverá fazer uma nova inscrição, mas não será cobrado valores pelo novo registro MEI.

No entanto, as contribuições mensais efetivamente pagas (guia DAS-MEI) durante o período de atividades permanecem valendo para o Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e são consideradas para a concessão de benefícios previdenciários, principalmente para a aposentadoria. 

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda