Quer regularizar seu nome? Confira as condições da nova fase do programa Limpa Nome Serasa

0

Condições especiais estão sendo oferecidas para que os cidadãos negativados possam regularizar sua situação financeira em 2020.

Para isso, o Serasa está disponibilizando uma nova fase do programa Limpa Nome, voltada principalmente para as pessoas que possuem débitos junto à estabelecimentos comerciais como lojas, empresas de internet e telefone, além de instituições bancárias. 

Na oportunidade, as dívidas poderão ser pagas às empresas participantes da ação de negociação com até 50% de desconto.

São mais de 60 parceiros, dentre eles está o banco Itaú, banco do Brasil e empresas como Oi, Sky, Santander, Casas Bahia, Riachuelo, entre outras.

A lista completa pode ser conferida no site oficial do Serasa, onde os consumidores negativados também podem fazer a consulta dos valores de suas dívidas.

Felizmente, as burocracias foram deixadas de lado e o processo para limpar o nome é simples: basta o interessado acessar a plataforma utilizando o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

A partir do cadastro, o usuário pode analisar as propostas e acordos que cabem no bolso. Pelo site, é feita a emissão do boleto para o pagamento.

Desta forma, o SPC ou Serasa tem até 5 dias para retirar o nome do cadastro negativo, caso não seja retirado dentro do prazo legal, a orientação é de que o usuário entre em contato com o credor. 

Além de verificar as dívidas registradas no cadastro de inadimplentes do Serasa, também é possível negociar aquelas que estão apenas em atraso.

O consumidor pode ainda consultar seu CPF regularmente, sendo esta uma prática que ajuda a manter as contas em dia e evita fraudes.

Neste caso, há a opção de receber alertas sempre que o nome for consultado por alguma empresa ou instituição financeira. 

serasa limpa nome

Por meio do programa Limpa Nome, a expectativa do Serasa é beneficiar cerca de 20 milhões de consumidores que poderão organizar suas finanças e sair do vermelho, situação que tanto preocupa os consumidores.

Em todo o país, pelo menos 67,5% das famílias estavam endividadas no começo do mês de setembro.

Os dados foram disponibilizados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Se a empresa não apresentar propostas ou não constar entre os parceiros do programa, busque o setor de mediação ou conciliação da mesma.

Da mesma forma, também é possível contar com o apoio dos órgãos de defesa do consumidor ou defensoria pública a fim de negociar o pagamento. 

Hora de poupar 

Quando as contas saem do controle, é necessário conter o desespero e estabelecer um planejamento.

Uma boa dica é detalhar tudo que você ganha e o que gasta. Através disso, veja quanto você pode poupar por mês.

Peça ajuda de toda a família, faça economia, junte as moedas e se organize. Antes de qualquer negociação, faça seu orçamento considerando todas as despesas domésticas. Um trabalho para que garanta renda extra também é uma boa opção. 

Porque pagar dívidas?

Pode parecer óbvio, mas o controle da vida financeira é bem vantajoso. Veja alguns benefícios para quem mantém o nome limpo:

  • Sem as preocupações que as dívidas trazem, é possível ter uma vida mais saudável. Uma vida financeira em ordem traz tranquilidade e não interfere no descanso; 
  • Relações de qualidade: o descontrole financeiro é uma das principais causas de separação de casais, além de desentendimentos com os filhos e demais parentes; 
  • A produtividade também aumenta para quem está em dia com as contas e faz grande diferença em outras áreas da sua vida, como o trabalho; 
  • Crédito facilitado também é motivo de bem estar. As instituições financeiras costumam disponibilizar financiamentos e melhores taxas de juros menores para quem integra o Cadastro Positivo do Serasa. 

Por Samara Arruda