Em 25 de outubro de 1884, iniciou os primeiros cursos de graduação em odontologia no país, desde então a data é marcada como o dia do dentista. A área passou por diversas transformações ao longo dos anos, como novos tratamentos, produtos, regularização do trabalho e formas de consumo. O empreendedorismo também entra neste cenário como um fator fundamental para a profissão, logo que o crescimento do mercado odontológico exige cada vez mais do profissional um serviço diferenciado.

“Saímos da faculdade puramente dentistas, não nos ensinam nada sobre o mercado em si. Achamos que será fácil empreender, mas é muito mais complexo do que parece e os profissionais precisam tomar cuidados extras para evitar problemas”, comenta o ortodontista e fundador da GOU Odonto, Dr. Celso Minomi.

E-book gratuito com tudo que você precisa dominar para ser um profissional de Departamento Pessoal.

Abaixo, o Dr. Celso separou algumas dicas para o dentista que pretende abrir seu próprio consultório:

Defina o público-alvo: a pergunta, “quem irei atender?” é um dos passos mais importantes para um empreendedor ao escolher o seu público-alvo. Isso não significa que você irá delimitar seu trabalho para apenas um perfil de pessoa, mas estar preparado para resolver demandas quando surgirem. É com base neste paciente que você saberá identificar detalhes, como estilo de decoração, compra de equipamento e serviços oferecidos.

Escolha o local certo: utilize estratégias e estude a concorrência para definir a instalação do consultório, caso opte por um bairro com muita concentração de dentistas, isso pode atrapalhar a forma como sua marca será percebida. Se já tiver pacientes, é interessante que o ponto seja de fácil acesso para eles, então esteja atento ao seu público.

Tenha bons fornecedores: bons materiais faz toda a diferença no consultório. Faça uma pesquisa aprofundada sobre o melhor fornecedor, nem sempre aquele seu amigo tem o melhor equipamento, peça indicações de outros profissionais, faça comparações, reveja custos.

Considere uma franquia: é um mercado em forte crescimento no Brasil. Ao se tornar franqueado, não só o nome da marca estará na sua clínica, mas você terá acesso a uma gestão inteligente, planos de marketing, treinamento e consultoria. Novamente, faça uma pesquisa, avalie as opções no mercado, faça orçamentos, converse com pessoas que aderiram a uma franquia.

Seja paciente: Por mais que seja empolgante ter resultados em curto prazo, é importante saber que nem sempre as coisas serão rápidas e certeiras. É importante observar os aspectos que dão certo e errado e aprimorar. E por fim, não desista, um passo de cada vez e o aperfeiçoamento levará ao sucesso da clínica.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.