Golpe envolve promessa de envio de presentes ou valores do exterior.
Aplicado principalmente pela internet, pessoas têm de pagar pela liberação.

Secretaria Receita Federal alertou nesta sexta-feira (22) sobre um golpe que envolve a promessa de envio de presentes, vantagens ou valores do exterior, aplicado principalmente pela internet. Para liberar supostas remessas retidas em portos e aeroportos, as pessoas são solicitadas a realizar um pagamento.
“Diariamente as Alfândegas nos aeroportos e portos brasileiros recebem ligações de cidadãos que ‘conheceram’ pessoas por redes de relacionamento social da Internet, ou receberam propostas de negócios por e-mail, como promessas de casamento com estrangeiros, recebimento de heranças de vultosos valores, envio de dinheiro, joias e outros bens, em troca de pagamentos de ‘despesas’ necessárias para o recebimento dessas ‘vantagens'”, informou o Fisco.



Oferta Especial!

No final do golpe (normalmente depois de já ter recebido alguns pagamentos da vítima), a Receita Federal informou que o estelionatário envia pela internet documentos falsos que supostamente “comprovariam” a existência de carga ou remessa internacional, alegando que a mesma estaria retida no aeroporto ou porto para pagamento de taxas, tarifas ou impostos ou que foi apreendida e que “será necessário pagar mais uma alta soma para a liberação”.
A Receita Federal advertiu que não devem ser efetuados pagamentos a pessoas ou empresas desconhecidas para a liberação de supostas cargas, malas ou encomendas internacionais “retidas” em portos e aeroportos, especialmente no caso de “presentes” enviados por contatos feitos na Internet/mídias sociais. Caso seja vítima do golpe, recomendou que o contribuinte notifique imediatamente as autoridades policiais. Em caso de dúvidas, o contribuinte pode enviar seu questionamento ou contatar as unidades da Receita Federal.


Comente no Facebook

Comentários