Receita faz cálculo inédito sobre o tamanho da sonegação

A Receita Federal realizou um cálculo inédito para descobrir o tamanho do rombo causado pela sonegação fiscal.

A Receita Federal vem sofrendo muitos anos com a sonegação de impostos, com a finalidade de descobrir o tamanho do rombo causado pela sonegação, a Receita realizou um cálculo que deve terminar no fim deste ano.

A Receita quer descobrir qual rombo causado pela sonegação fiscal, por isso, ela vem realizando esse cálculo que vai descobrir qual valor dos tributos que deixaram de ser pagos por conta da sonegação fiscal.

O cálculo vai mostrar quanto deixou de ser pago em PIS e Cofins. Após isso, serão feitas estimativas para outros tributos. 

Se informe conosco sobre esse calculo inédito feito pelo fisco para descobrir o tamanho do rombo causado pela sonegação.

O Rombo causado pela sonegação

A sonegação é um problema que atrapalha muito desenvolvimento da economia brasileira, bilhões de reais são perdidos pelo fisco por conta dela, e com a realização deste cálculo a Receita Federal busca descobrir qual valor total da sonegação fiscal.

Segundo o Sonegômetro, o Brasil já perdeu cerca de R$ 549 bilhões em impostos sonegados só neste ano, porém, o tamanho do rombo causado pela sonegação fiscal vai ser definido quando esse cálculo for concluído.

gap tributário

O cálculo realizado pela Receita também vai considerar os valores não arrecadados por disputas judiciais ou por receitas que o governo deixou de cobrar, para incentivar algum setor. 

Essa diferença é conhecida como “gap tributário”, e ele nunca havia sido calculado antes no Brasil pela Receita Federal.

“Pela primeira vez, teremos uma avaliação da diferença entre a arrecadação potencial e a arrecadação efetiva”, declarou o secretário especial adjunto da Receita Federal, Marcelo de Sousa Silva.

Quando falamos de “gap tributário”, essa é uma definição ampla, porém, ele pode ser dividido em quatro componentes:

  • gap de avaliação: definido como sonegação;
  • gap da aplicação política: motivado por regimes especiais de tributação;
  • gap da arrecadação: que considera os débitos dos contribuintes e os contenciosos na Justiça;
  • gap da não incidência: que se refere aos fatos geradores não alcançados pelo tributo.

A Receita Federal pretende divulgar os valores dos quatro “gaps” divididos por setor da economia. 

O cálculo da Receita Federal

Primeiramente, o cálculo vai definir valores que deixaram de ser pagos por conta da sonegação fiscal, para realizar o cálculo do rombo existente nas contas públicas. 

Vão ser calculados os valores que não foram pagos em PIS/CONFINS e após o cálculo de quanto deixou de ser pago por conta desses tributos, serão feitas estimativas para outros tributos, como o Imposto de Renda (IR) e as contribuições sobre a folha.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.