Receita Federal alerta para golpes na regularização do CPF

Anúncios falsos no Google pedem dinheiro e cidadão tem seus dados roubados

Quem está precisando regularizar o CPF e às vezes não tem tempo ou por comodidade, está caindo em um golpe na internet. Anúncios falsos prometem realizar o serviço em troca de dinheiro, mas na verdade o cidadão tem seus dados roubados e ainda fica no prejuízo.

A Receita Federal está alertando e pedindo muita cautela ao buscar no Google pela opção “como regularizar CPF“. O órgão vem recebendo muitas ligações de vítimas deste esquema de fraude e está emitindo um comunicado sobre anúncios que não são confiáveis publicados na plataforma e em outros sistemas de busca.

No golpe, após preencher os dados pessoais, a pessoa é orientada a pagar um boleto ou realizar uma transferência, beneficiando os fraudadores. Mas nada disso é necessário se a pessoa quiser regularizar seu documento.

O processo é feito gratuitamente pelo site da Receita Federal ou em suas unidades de atendimento. O cidadão também tem a opção de contratar profissionais da área contábil para auxiliar no processo, porém, é recomendável verificar a reputação do profissional, principalmente quando o serviço é contratado de maneira totalmente virtual.

A Receita Federal já denunciou os anúncios fraudulentos ao Google, alertou as autoridades competentes, e recomenda que as vítimas do esquema denunciem também.

Como posso regularizar meu CPF?

Preste atenção nas explicações a seguir a fim de não cair nas mãos de golpistas. É fácil e basta entrar no site da Receita.  Acesse a página da Receita Federal pelo endereço https://www.gov.br/receitafederal/pt-br para buscar as informações.

Após entrar na página, basta selecionar a opção “Meu CPF”. Lá você vai encontrar orientações de como corrigir a situação cadastral de acordo com a irregularidade encontrada no sistema, que pode ser inconsistência nos dados cadastrais ou até mesmo falta de entrega de declaração do Imposto de Renda. 

A regularização via internet está disponível apenas no caso em que situação cadastral é dada como “suspensa” e o cidadão não esteve obrigado a entregar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física nos últimos cinco anos ou não tem pendências de declaração.

Pode ocorrer de ter um CPF suspenso quando há divergências no cadastro da Receita Federal, seja por alguma mudança de endereço ou de nome (em caso de casamento ou separação, por exemplo).

Lembrando que o pedido pode ser feito por maiores de 16 anos. Para menores de 16 anos, a regularização deve ser feita pelos pais, tutores, curadores ou responsáveis pela guarda judicial.

Comentários estão fechados.