O comportamento e os hábitos de compra de um consumidor dizem muito sobre o negócio e as possibilidades reais de aumento do faturamento. Observar a procura por produtos e a frequência de compras pode desencadear uma implantação inovadora de receita recorrente.

De uns anos para cá, houve uma mudança significativa na forma de consumo das pessoas. Antes, quem quisesse assistir a um filme ou ouvir uma música, precisava pagar para adquirir um CD ou DVD. Hoje, o consumidor paga, mensalmente, para ter acesso a ele. A esse novo formato de consumo, dá-se o nome de economia da recorrência.

Neste post, vamos ajudar você a analisar como os hábitos do consumidor podem criar um cenário favorável às vendas recorrentes da sua empresa contábil, diminuir sua inadimplência e aumentar o lucro de forma consistente, consolidando o negócio no mercado como referência em serviços de recorrência!

O que, afinal, é receita recorrente?

Toda a receita proveniente de uma mensalidade paga por um serviço ou produto de forma contínua pode ser chamada de recorrente. O modelo, mais conhecido como assinatura, tem se tornado comum no universo online, uma vez que facilita e favorece tanto quem compra quanto quem vende.

Se de um lado o consumidor contrata a prestação de um serviço ou fornecimento de produtos por tempo indeterminado e garante o atendimento, de outro, a empresa se beneficia do fato de que, ao fechar contratos por recorrência, saberá exatamente o que receber em um determinado período.

Com a receita recorrente, a gestão financeira se torna mais eficiente e amplia a visão de negócio, possibilitando, inclusive, que a gestão tome decisões de investimentos ou melhorias com mais segurança em relação à disponibilidade de recursos em médio e longo prazo.

Mas onde se encaixam os hábitos do consumidor? As tendências do mercado respondem a essa pergunta. Quanto mais giro de vendas um produto ou serviço tiver, maiores as chances de ele se tornar alvo de um modelo recorrente.

Os serviços consumidos em massa, que proporcionam ao consumidor algum tipo de conforto ou comodidade — a que ele se acostuma e deseja contratar continuamente —, também são alvos fáceis de avaliação para compor um pacote de assinaturas.

Nem sempre um produto ou serviço, por mais que sejam de consumo contínuo, são compatíveis com o formato para assinatura, por isso, antes de formular um conceito e investir em uma nova estratégia de vendas, é fundamental analisar o mercado, os hábitos e principalmente o tipo de consumo da maioria.

Quais ações podem ser adotadas para fortalecer a ideia do negócio recorrente?

O que não faltam são ideias para engajar os consumidores e clientes e estimular o desejo de compras, porém, com uma concorrência cada vez mais acirrada e inovações surgindo com uma frequência vertiginosa, é fundamental encontrar o modelo adequado e explorar ao máximo as oportunidades.

Se você pensar em todas as possibilidades virtuais, certamente, terá dificuldades em filtrar as informações e aplicar com efetividade. Seja objetivo e canalize o pensamento para o seu negócio atual e o que ele pode comportar de novo agregando parceiros e facilitadores, se for o caso.

Veja algumas ideais que você pode implementar para tornar a receita recorrente um ponto forte do seu negócio!

Pesquise hábitos ainda não explorados

Sabia que transações realizadas no ambiente virtual são mais fáceis de serem rastreadas pela cultura de consumo e postura do consumidor? Muitas pessoas compartilham suas opiniões em fóruns e pesquisas de satisfação sobre uma compra.

Fazendo isso, o consumidor sabe que as empresas, de olho na vantagem competitiva, vão dar total atenção ao que ele tem a dizer e tomar a iniciativa quanto a providências de melhorias, inovações ou adequações para melhor servir.

Esse é um momento oportuno para você observar os segmentos e aquele viés ainda não explorado em totalidade. Talvez seja um hábito ainda em expansão e você pode sair à frente oferecendo ao consumidor um fornecimento contínuo, com custo-benefício atrativo.

Encontre novos nichos de mercado

Encontrar o nicho apropriado para transformar em assinatura e, consequentemente, em negócio recorrente deve ser uma das primeiras missões da gestão — antes de tomar a decisão. A estratégia deve ser muito bem pensada para que haja coerência entre o serviço ou produto ofertado e os valores pagos periodicamente pelo consumidor.

Quando se estabelece esse modelo de negócio, não é possível alterar os valores a todo momento, por isso a etapa de planejamento deve tomar o tempo necessário para considerar todas as variáveis de mercado que englobam a economia, as tendências e os hábitos dos consumidores.

Ofereça um bom sistema de pagamento online

Oferecer bons serviços ou produtos e não pensar na segurança de pagamento do cliente ou consumidor pode causar desconforto na hora de efetivar a compra do produto ou serviço. O cliente precisa ter segurança e proteção no momento de fornecer os dados pessoais para finalizar o pagamento.

Por mais que a sua empresa tenha excelentes produtos ou serviços a oferecer, assegurar-se da eficiência da plataforma de pagamento online, seja por meio do cartão de crédito ou por meio do débito em conta, é, para muitos consumidores, tão importante quanto a qualidade.

A geração do boleto bancário, a baixa do título tão logo seja identificado o pagamento e a liberação automática do acesso ao serviço ou o envio do produto devem ser procedimentos ágeis para garantir o tempo entre a quitação e o cumprimento do prazo acordado.

Outro fator importante no serviço de automação do pagamento é que a inadimplência pode ser reduzida sistematicamente. Com um bom sistema de cobrança recorrente, o cliente será sempre lembrado sobre o vencimento e a existência de uma mensalidade em aberto não e se perderá em meio a tantos processos, diminuído também a margem de erros das operações manuais.

Os desafios de um negócio online são constantes para quem está à frente da empresa. Embora exijam muito empenho e dedicação para fortalecer a marca e ganhar notoriedade no mercado, sair da zona de conforto e inovar devem ser sempre motivos de engajamento e boas expectativas.

Se você gostou deste post e está pensando em transformar o seu negócio para oferecer serviços de assinatura com receita recorrente será importante já formatar e criar uma política de cobrança eficiente para entrar nesse mercado com preparo e autoridade!

 

Sobre a iugu

A iugu é uma startup de tecnologia de meios de pagamento e é a primeira plataforma online de automação e gestão financeira do Brasil. Fundada em 2012 por Patrick Negri e Marcelo Sequeira, possui três planos de negócios: Tradicional, Recorrente e Marketplace . Hoje, é responsável pela gestão de mais de 3000 empresas, em diferentes áreas como: desenvolvedores de software, clubes de assinatura, escolas, empresas de contabilidade, academia, e-commerces, ERPs, marketplaces, entre outros.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.