Sabemos que a Reforma da Previdência traz algumas novas regras que são consideradas mais rígidas para quem está prestes a se aposentar. Entretanto, saiba que existem alguns casos que ficarão de fora das novas regras.

Entre eles:

  • Quem já se aposentou ou recebe qualquer outro benefício previdenciário;
  • Aqueles segurados que já tiverem direito adquirido. Mesmo que o pedido seja feito após a aprovação da Reforma, for comprovado que os requisitos mínimos necessários já foram atingidos, o beneficiado poderá se aposentar seguindo as regras antigas;
  • Quem já recebe o auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, BPC – LOAS (Benefício de Prestação Continuada), ou seja o trabalhador rural, não será atingido pela reforma.Entretanto, de tempos em tempos os segurados dessas modalidades serão reavaliados.

Fora os casos citados acima, os trabalhadores convencionais que não cumprirem esses requisitos, com certeza sofrerão modificações em suas aposentadorias, nas quais as regras serão muito mais severas.

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Com informações Melo Advogados