Reforma e troca de carteiras contemplam 183 colégios em Goiás

A ação é promovida pelo governo do estado de Goiás desde setembro e as 250 mesas da unidade foram reformadas.

As oito salas de aula do Colégio Estadual Juscelino Kubistchek de Oliveira, em Aparecida de Goiânia, ganharam carteiras escolares novas. A unidade escolar é uma das 183 escolas da Rede Nacional de Educação Pública a passarem por reforma e substituição do mobiliário do tipo conjunto-aluno neste segundo semestre de 2021.

A ação é promovida pelo governo do estado de Goiás desde setembro e as 250 mesas da unidade foram reformadas. Segundo a gestora da escola, Joana Luiz da Silva, a iniciativa foi comemorada por 454 alunos da escola.

“Uma parte das cadeiras estava bem danificada e outra parte nem tanto. Porém, havia reclamações por parte dos alunos que estragavam as roupas, as mochilas e até machucavam nelas”.

Para resolver o problema das carteiras antigas, 150 novos conjunto-aluno foram enviados para a escola. Além disso, foram substituídos 100 tampos de carteiras, o que promoveu o uso de estruturas metálicas e economizou dinheiro para cofres públicos.

“Esse novo mobiliário contribui muito para o ensino-aprendizagem, dando mais conforto e tranquilidade”, conta Joana. “E, em relação ao aspecto visual, deixa o ambiente (escolar) atraente”.

Sustentabilidade e economia

A reforma e substituição das carteiras visam o aproveitamento do bem público e a economia de recursos, garantindo melhores condições de aprendizagem aos alunos do sistema público de ensino nacional. 

Além das 183 escolas públicas beneficiadas no segundo semestre, outras 532 escolas serão disponibilizadas em 2022. Ao todo, 52 mil carteiras de escolas públicas de 220 municípios goianos serão reformadas ou substituídas. 

De acordo com a necessidade de cada unidade, essa medida é direcionada às escolas designadas pela Coordenação Regional de Educação (CRE).

Comentários estão fechados.