Renda Cidadã ficará para 2021

0

De acordo com especialistas e políticos o Renda Cidadã ficará para o ano que vem, pois, já não haverá auxílio emergencial. 

Este programa social pretende substituir o Bolsa Família, porém este novo projeto pode ficar para janeiro de 2021, até porque estamos a dois meses do fim do ano e com eleições municipais pela frente, políticos e especialistas acreditam que não haverá tempo suficiente para discussão. 

Para alguns especialistas são baixas as chances de o governo Jair Bolsonaro conseguir aprovar o novo programa no Congresso Nacional ainda neste ano, para começar a valer em janeiro de 2021. 

pandemia

Renda Cidadã 

O renda cidadã tem o objetivo de substituir o Bolsa Família, fazendo com que a base de beneficiários seja ampliado elevando os repasses médios  mensais. 

Obstáculos para o novo programa social ainda em 2020

As eleições  municipais foram um dos principais motivos para diminuir o ritmo dos trabalhos no parlamento, a antecipação da disputa pelas presidências das duas casas legislativas que acarreta ao impedimento do “centrão” na câmara dos Deputados, a pauta cheia e as dificuldades de articulação política do governo são alguns dos obstáculos para o avanço do novo programa social ainda em 2020.

Projeções 

O programa Renda Cidadã indica repasses mensais de R$ 258,00 e 25 milhões de famílias contempladas, sendo incrementado 76% em comparação com o grupo que hoje recebe o Bolsa Família. 

Por Laís Oliveira