RH: Como criar treinamentos mais eficientes?

A falta de tempo para realizar treinamentos de qualidade é uma das principais dificuldades enfrentadas pelo RH

Treinar e desenvolver pessoas é uma demanda latente do RH – principalmente durante a pandemia. Contudo, nem sempre é simples desenvolver treinamentos eficazes. Saber superar as dificuldades e promover programas de alto impacto é fundamental para garantir a produtividade das empresas. É preciso criatividade, técnica e metodologias personalizadas.

Felizmente, muitas já notaram tal importância. Segundo uma pesquisa feita pela Thomas Brasil, 89% das organizações estão dispostas a investir em treinamentos à distância para seus colaboradores, justamente por compreenderem a necessidade de manter a evolução de seus profissionais e o engajamento das equipes, especialmente com o avanço e popularidade do trabalho remoto.

Além de contribuir para uma maior atração e retenção de talentos, tais investimentos aumentam a produtividade, reduzem o retrabalho e, consequentemente, elevam o crescimento exponencial das companhias. Entretanto, antes mesmo de planejar os treinamentos, é preciso entender as necessidades específicas de cada empresa. E é aí que muitas comentem grandes erros.

A falta de tempo para realizar treinamentos de qualidade é uma das principais dificuldades enfrentadas, intensificada pela rotina agitada de muitos gestores. Para piorar, conciliar a agenda de todos os participantes também se torna uma tarefa complexa, tornando-os reféns de poucas janelas disponíveis em meio a um turbilhão de responsabilidades. A falta de priorização é crucial para a queda no desempenho. Mudar a cultura é fundamental para conquistar a relevância que o tema merece.

Na aplicação em si, a falta de padronização é outro grande empecilho enfrentado por muitas empresas. Falta preparo e didática em muitos casos, o que gera treinamentos inadequados, repetitivos e cansativos. Entender quem deve fazer cada treinamento e o resultado esperado dos conteúdos que serão transmitidos é primordial para garantir a efetividade dos programas. Infelizmente, nem sempre esse cuidado é tomado.

Soma-se a isso o fato de que muitas empresas acreditam que, ao contratarem programas de treinamento e desenvolvimento, estão adquirindo uma solução pronta e imediata para seus problemas, como se fosse um remédio com efeito instantâneo. Este é um dos pensamentos mais equivocados. Treinamentos não são milagrosos e devem fazer parte de uma estratégia mais ampla do RH, que deve envolver cultura e processos que deem sustentação aos conhecimentos que são disseminados.

Outro ponto de atenção é quanto à carga horária. Todo treinamento leva um certo tempo para ser assimilado. Além disso, ele deve ser inserido junto às rotinas que o profissional já tem dentro da empresa, evitando que isso se torne um trabalho extra. Talvez por isso mesmo, normalmente, as preferências são sempre por programas mais curtos e dinâmicos. É preciso optar por um modelo transversal, que atinja todas as áreas por meio de uma metodologia ativa que gere engajamento e capte a atenção de todos, mas de forma única.

Por esse motivo, treinamentos online tem crescido tanto. Neles, os profissionais conseguem organizar suas atividades e rotinas, fazendo os treinamentos nos horários mais apropriados para cada um, sem interferir em suas tarefas. Com mais flexibilidade, há uma otimização do tempo para colocar em prática os ensinamentos adquiridos – tornando os momentos presenciais mais voltados ao debate, no qual podem fazer perguntas, tirar dúvidas e, até mesmo, compartilhar suas próprias experiências.

Para que cada um siga seu próprio ritmo de aprendizado, é preciso que as empresas estejam bem suportadas pela tecnologia, com uma plataforma capaz de disponibilizar conteúdos personalizados, no momento adequado para cada público e ainda fazendo uma avaliação do que foi aprendido. Quando a empresa consegue identificar bem as suas necessidades e tem a tecnologia certa para desenvolver treinamentos mais eficazes, sua produtividade tende a aumentar – bem como a satisfação de seus colaboradores. Sem dúvida, vale a pena dar mais atenção ao tema. Os resultados aparecem mais rápido do que se costuma esperar.

Por Osvaldo Pinholi é administrador de empresas e diretor comercial da Treinar Mais, plataforma que facilita a aplicação e gestão de treinamentos online.

A Treinar Mais é uma plataforma que facilita a aplicação e gestão de treinamentos online.

Comentários estão fechados.