Os departamentos de contabilidade e de recursos humanos de uma empresa possuem objetivos e contribuições que, tradicionalmente, os fazem ser vistos como áreas estratégicas totalmente diferentes. Enquanto os profissionais de RH se dedicam ao desenvolvimento do capital humano de uma empresa, os contadores, muitas vezes, o veem  como um custo. Os papéis tradicionais de RH e contabilidade, entretanto, estão mudando, e essas áreas estão descobrindo que seus focos são cada vez mais paralelos.

Deu a louca na Ensino Contábil, cursos de 80 a 110 reais (Saiba Mais

Afinal, na perspectiva de um contador, a lucratividade é a meta. No entanto, esse objetivo não pode ser atingido sem uma força de trabalho de alto desempenho dedicada ao cumprimento do mesmo objetivo. Não há uma empresa funcional sem uma força de trabalho funcional, e não há mão de obra sem um gerenciamento cuidadoso do salário, dos benefícios e gastos relacionados a impostos.

Você já parou para pensar como ocorre essa relação na sua empresa? A seguir, confira situações e motivos pelos quais RH e contabilidade precisam atuar em conjunto.

Entendendo o elemento humano da empresa

Por muito tempo, os contadores eram vistos como adversários, especialmente entre as equipes de RH, já que precisavam (e ainda precisam) tomar decisões difíceis para manter as empresas avançando.

Trabalhando em conjunto, os gerentes de RH, contadores e outros tomadores de decisão têm olhado para além dos números de curto prazo ao pesar alternativas, e começam a incorporar o elemento humano dos negócios em seus planos estratégicos de longo prazo.

Além disso, todo o investimento feito nos recursos humanos da empresa deve ser contabilizado. Saber quanto vale o capital humano é necessário para que a empresa se programe em tomadas de decisões que envolvam contratação, desenvolvimento, treinamento, alocação ou mesmo recompensas baseadas em meritocracia.

RH e contabilidade: perspectiva empresarial

No passado, os departamentos de RH já foram vistos como setores cuja função era fornecer suporte e conformidade. No entanto, as empresas com melhor desempenho começaram a incluir seus gerentes de RH em esforços de planejamento estratégico.

As melhores equipes de RH usaram este “assento na mesa” para obter sólidos relacionamentos com departamentos financeiro e contábil e, a partir daí, aprenderam sobre perspectiva empresarial.

Os contadores, para o desenvolvimento de sua função, precisam saber como os resultados das ações de recursos humanos afetarão o desempenho do negócio. Os gerentes de RH aprenderam, dessa forma, a quantificar e a qualificar os investimentos de pessoal estratégico.

Utilizando os dados

Os gerentes de RH influenciam as decisões relativas às métricas de desempenho e às metas de negócios. Eles desenvolvem as melhores práticas para monitoramento, coleta e relatórios de seus “dados de pessoal”.

A contabilidade, por sua vez, ajuda a área de recursos humanos de uma empresa cuidando da parte de folha de pagamentos, incidência de impostos e descontos, cálculos de horas extras, adicionais noturnos. Esses são apenas alguns dos acertos que a contabilidade faz para a área, sempre com a ressalva de ter o cuidado de verificar se a legislação trabalhista está sendo cumprida.

Aposentadorias e demissões

O contador não apenas conhece as regras para aposentadoria para orientação do RH, como também pode atuar como consultor para os cálculos de uma transição mais tranquila. O profissional pode, ainda, sugerir planos de previdência privada como um complemento.

Além disso, o contador ajuda com os cálculos na hora das demissões, auxiliando o trabalhador com um planejamento para se manter financeiramente até a recolocação no mercado.

A cooperação e a colaboração bem-sucedidas entre contadores e profissionais de RH são alcançadas quando os membros de ambas as equipes reservam tempo para aprender e entender uns aos outros.

Líderes de contabilidade aprendem valiosas lições sobre o lado humano do negócio, e os gestores de RH tomam consciência de como seu trabalho e decisões influenciam os objetivos e o sucesso da organização. Juntas, sólidas equipes de contabilidade e RH desenvolvem fortes parcerias que impulsionaram empresas para o sucesso.

Via Primecont

Comente

Comentários

Deixe uma Dúvida