Neste momento, de retração das economias mundiais, é preciso se reinventar para ser parte de um mundo em que a transformação digital é mandatória.

Neste sentido, a utilização de robôs na automatização de processos, Robotic Process Automation (RPA), cria uma força de trabalho digital que atua em tempo integral para otimizar as operações da empresa.

A RPA é uma grande aliada para agilizar o fluxo de informações, garantir a confiabilidade dos dados entregues e ainda reduzir custos com atividades que não são estratégicas ao negócio, mas consomem tempo da equipe.

Um robô pode coletar, tratar, integrar e analisar um grande volume de dados, armazenados nos mais diversos ambientes e tecnologias.

Este potencial gigantesco pode ser aplicado em praticamente todos os processos dos mais diversos setores.

Por este motivo, de acordo com relatório da KPMG, nos EUA, 32% dos líderes de TI esperam aumentar seus investimentos em RPA até 2025 e a McKinsey, estima que metade das atividades de trabalho existentes será automatizada até 2055.

Porém, a implementação do RPA exige atenção a alguns pontos fundamentais.

Além do fato de que, toda e qualquer tecnologia deve ser amparada por uma infraestrutura adequada ao tamanho da demanda e operada por um profissional qualificado.

É fundamental tomar cuidado para não automatizar processos deficitários, potencializando os erros do processo.

Recomenda-se antes de implantar o RPA, sempre, realizar um esforço inicial para mapear a cadeia de valor do negócio, estruturar os processos e seus fluxos, identificando quais processos deverão ser automatizados.

Atentando-se aos pontos citados, a correta implementação do RPA é estratégica para as organizações reduzirem custos e, ao mesmo tempo, se tornar mais eficientes garantindo que as atividades realizadas estejam em conformidade aos processos estabelecidos.

A seguir, selecionamos alguns exemplos de como o RPA pode impactar positivamente o negócio:

Atendimento ao cliente

Os sistemas automatizados de atendimento ao cliente com RPA são capazes de fazer a triagem e classificação das demandas de maneira eficaz, garantindo que os atendimentos sejam direcionados ao departamento correto, atendendo à necessidade do cliente de forma efetiva. 

Além disso, a utilização do RPA com auxílio da Inteligência Artificial, garante ao sistema de atendimento disponibilidade ininterrupta, sendo possível programar os robôs para suportar demandas básicas ou direcionar os clientes ao atendimento com um analista nos horários disponíveis;

Recursos Humanos

Grande parte do trabalho do departamento de RH ainda é realizado manualmente, o que o torna um ótimo candidato para automatização.

Atividades como a atualização e manutenção de banco de dados, a realização de triagens no recrutamento de candidatos, a automatização de etapas do processo admissional e demissional de funcionários, o processamento de folha de pagamentos e o gerenciamento de despesas reembolsáveis, podem ser facilmente automatizados com pouco esforço da TI e grande impacto positivo nos negócios;

Financeiro

RPA não apenas simplifica e padroniza os processos, mas também possibilita a integração dos diversos aplicativos de negócios, centralizando os esforços de automatização em um único local. 

Com o RPA as organizações podem interligar dados próprios com dados de mercado para elaborar previsões financeiras, gerar remessas financeiras, emitir notas fiscais, automatizar a conciliação bancária e até mesmo processar a emissão de relatórios gerenciais, minimizando a necessidade de intervenção humana;

TI

Com a utilização de robôs, a TI é capaz de minimizar o tempo de resolução dos chamados abertos pelas áreas de negócios e entregar um SLA mais agressivo, sendo capaz de, por exemplo, ligar, reiniciar, reconfigurar ou desligar automaticamente vários tipos de servidores. 

No desenvolvimento de sistemas, os robôs podem sinalizar automaticamente um problema de código e alertar o time de TI a tomar medidas corretivas.

Aplicação que também pode ser utilizada em um sistema em operação, emitindo alertas de manutenção preventiva para garantir a continuidade dos negócios;

Jurídico

Se o seu processo de tratamento de dados pessoais depende de alguma forma de atividades manuais, qualquer erro humano pode comprometer a conformidade de sua empresa no que tange à legislação vigente, em especial a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). 

Muitas organizações possuem modelos de contratos padrão ou manuais de orientação de procedimentos jurídicos, como por exemplo, a respeito das etapas necessárias para a incorporação de um novo negócio.

Em geral, esses processos são relativamente padronizados, executados sob um conjunto definido de regras com poucas variações, ou seja, perfeitos para o RPA.