Se você está lendo este post, então provavelmente trabalha por conta própria e gostaria de se formalizar, certo?

Se sua resposta foi sim, saiba que com a formalização do MEI, é possível ter acesso a uma série de vantagens e benefícios, serviços bancários e crédito, além de também ser possível emitir notas fiscais e se regularizar com os órgãos competentes.

O MEI é a sigla para Microempreendedor Individual.

Este regime surgiu em 2008, com o intuito de estimular os empreendedores a se formalizarem e receberem benefícios.

Esta opção oferece menos burocracia para se regularizar e poder continuar com suas atividades profissionais.

Se você quer ser um MEI e fornecer produtos como placa de circuito impresso, por exemplo, é necessário antes verificar se sua atividade está apta a aderir ao regime.

Além disso, o MEI pode ter um faturamento bruto de até R$81.000,00 por ano.

Se você se encaixa nos requisitos para se tornar um MEI, então é o momento de formalizar o seu negócio! Por isso, neste post iremos explicar como abrir um MEI de forma online e sem custos.

Quer saber mais sobre tudo isso? Então não deixe de nos acompanhar neste conteúdo! Está preparado?

1- Começo da abertura do MEI

A primeira etapa para se aderir ao regime do MEI é realizar um cadastro no Portal de Serviços do Governo Federal.

Esse passo deve ser feito antes de começar o seu cadastro de MEI, no Portal do Empreendedor.

Após realizar o cadastro no Portal de Serviços, você deve entrar no Portal do Empreendedor e clicar em “Formalize-se”, até chegar na plataforma gov.br.

Lá, é preciso inserir os seus dados da sua conta Brasil Cidadão.

Depois disso, como os dados preenchidos, você deve adicionar mais algumas informações, como o seu título de eleitor ou número do recibo do imposto de renda (apenas para quem opta por essa opção).

2- Preenchimento de dados do seu MEI

Após preencher todos os dados anteriores, reúna os seus documentos pessoais e informações necessárias sobre o seu negócio.

Veja quais são eles abaixo:

  • Número de CPF, RG e data de nascimento;
  • Nome da mãe e respectiva nacionalidade;
  • Dados para contato como celular e e-mail;
  • Nome Fantasia;
  • Capital social (montante investido para começar o seu negócio, mas você pode inserir qualquer valor neste campo).

Nesta etapa, você também deverá escolher sua atividade e forma de atuação.

Microempreendedor Individual

Se você presta serviços de locação de tendas, é preciso escolher por subcategorias até achar sua atividade.

Emissão do alvará e CCM

Após concluir o cadastro, você finalmente poderá ter seu número de CNPJ e um Certificado de Condição de MEI (CCM), assim como o alvará de funcionamento provisório e válido por 120 dias!

Regularização

Por fim, é necessário apresentar o Alvará e o Certificado MEI juntamente a prefeitura da sua cidade para regularizar a empresa e fazer a liberação do MEI para a impressão das notas fiscais.

Pronto! Você agora é um MEI e poderá usufruir de todos os benefícios e visibilidade que ele proporciona!

Se você vende insumos para cerveja e tem dúvidas sobre informações mais específicas, uma dica para otimizar todos os processos é contar com a ajuda de um profissional contábil neste momento.

E aí, gostou do nosso post? Conta pra gente!

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.