Saiba como calcular o preço do seu produto

É importante uma análise interna de custos, despesas, investimentos, rentabilidade e comparação dos preços com os concorrentes. Aprenda tudo neste post!

0

Frequentemente, na jornada do empreendedor ouvimos diversas opiniões a respeito do nome da empresa, tipo de embalagem, forma de produção e principalmente sobre o valor dos nossos produtos.

Assim como, é natural que surjam inúmeras dúvidas ao tentarmos calcular o preço que ofertaremos no mercado. 

Antes de mais nada, não queremos ser abusivos, mas também desejamos obter lucro.

Então, como definimos?

Vamos te ensinar como calcular preços de forma simples e eficiente. Para isso será necessário ter o conhecimento básico. Vamos lá?

O que é preço e como ele é formado?

Sobretudo, trata-se da expressão utilizada para dar um valor monetário a um produto ou serviço.

Sendo assim, consiste na técnica de análise interna de custos, despesas, investimentos, rentabilidade e comparação dos preços com os presentes no mercado.

Nesse sentido, através dessas análises é possível estabelecer estratégias do ponto de vista financeiro e mercadológico, e assim calcular o preço que consequentemente agregará valor a empresa.

A definição não envolve apenas a parte financeira do negócio mas também o setor de marketing, pois o preço dos produtos podem determinar o sucesso ou fracasso das vendas, podendo gerar ou destruir o valor da empresa.

O preço possui 3 principais funções:

  1. Passar a “imagem” do produto desenvolvido, podendo ser de alto ou baixo custo. Sendo que na maioria das vezes o preço também diz muito sobre a qualidade, mas não é uma regra;
  2. permitir a participação no mercado, a inserção de um produto ou serviço no meio comercial e;
  3. alcançar rentabilidade e lucratividade, ou seja, além de cobrir custos e investimentos, ainda proporcionar o lucro esperado.

O que você precisa saber

Primeiramente, para a formação de preços é importante conhecer alguns conceitos que fazem parte de sua composição. Sendo eles:

  • Gastos: são todas as saídas financeiras da empresa, podendo ser divididos em custos, despesas e investimentos;
  • Custos: são os gastos necessários para a produção de um item: relaciona-se a aquisição de mercadorias, serviços, mão de obra, depreciação das instalações e também juros, taxas e impostos.

Muitas vezes gastos e custos são vistos como algo negativo para o seu negócio, mas muito pelo contrário, tratam-se de investimentos que, no tempo e maneira certa trarão resultados positivos.

Quais são os critérios para definir o preço?

Então, para chegarmos ao valor de mercado precisamos definir o que são os seguintes pontos:

  • Custo unitário: é a somatória do valor da matéria-prima, embalagens, mão de obra e todos os gastos relacionados à produção. Através dele é possível saber quanto custa cada unidade da mercadoria produzida.
  • Custo direto: é o custo diretamente relacionado a produção do item, ou seja, a matéria-prima e a mão de obra.
  • Custo indireto: é o custo que por não poder ser ligado diretamente ao produto é rateado e dividido proporcionalmente para cada unidade produzida. Por exemplo, energia elétrica e depreciação das instalações.
  • Custo Fixo: relaciona-se aos valores que não sofrem alterações e compõem fixamente o orçamento da produção da mercadoria; como por exemplo, o valor do aluguel.
  • Custos variáveis: são aqueles que passam por alterações ou correções de acordo com as unidades produzidas, por exemplo embalagens e matérias-primas.
  • Custos totais: é a soma dos custos variáveis e custos fixos.
  • Despesas Diretas: são relacionados diretamente ao faturamento, por exemplo impostos diretos, fretes, comissões e etc.
  • Despesas indiretas: referem-se aos valores que não são diretamente ligados às vendas; como alvarás e licenças.
  • Investimentos: são os gastos feitos para a aquisição de ativos e bens da empresa.
  • Perda: são os bens ou serviços consumidos de forma não planejada ou anormal.
  • Receitas: é a entrada de recursos financeiros na empresa, podendo ser bens ou direitos.

Atendendo aos objetivos do seu negócio

Acima de tudo, ao calcular o preço do seu produto é necessário identificar se este valor atenderá todos os objetivos do seu negócio.

Destacamos os mais importantes! Sendo eles:

  1. Proporcionar a longo prazo o maior lucro possível, dando aos acionistas a sua riqueza.
  2. Aumentar a participação no mercado, assegurando os lucros futuros.
  3. Crescer a capacidade produtiva, sem desperdícios operacionais.
  4. Aumentar o capital aplicado, com a finalidade de tornar os negócios mais sustentáveis.
  5. Tornar o produto atrativo e competitivo diante da concorrência, passando confiabilidade e sendo justo quanto aos seus preços.

Como calcular o preço utilizando o método Markup

Designed by @pressfoto / freepik
Designed by @pressfoto / freepik

Inicialmente, para que tudo isso ocorra da melhor forma usaremos o método Markup.

Trata-se do índice aplicado sobre o produto para a formação do seu preço de venda. 

Sendo assim, nada mais é do que a soma do custo unitário com a margem de lucro que se deseja obter, de forma que cubra todos os custos, despesas e impostos, e gere lucratividade.

Existem duas formas de calcular o preço utilizando o Markup. São eles:

  • Markup Multiplicador: 1/ (1 – Custo total de venda)
  • Markup Divisor: (Preço de venda – Custo total de venda) /100

Exemplo:

Supondo que a Loja X adquira uma Cama King Size no valor de R$ 2.500,00 obtenha estes custos/despesas e almeje o seguinte lucro:

Estrutura de custos%
Preço de venda100,00
ICMS na venda18,00
PIS/COFINS4,65
Comissões2,50
Despesas Administrativas5,00
Lucro Desejado20,00
Custo Total de Venda50,15

Obs: o Custo Total de Venda é a soma dos valores de ICMS, PIS/COFINS, Comissões, Despesas Administrativas e Lucro Desejado.

Markup Multiplicador seria: (1/(1 – 0,5015)) = (1/0,4985) = 2,0060 e o preço de venda (R$ 2.500 * 2,0060) = R$ 5.015,00.

Podemos identificar os valores de cada custo, fazendo o cálculo para cada um deles:

Estrutura de custosValores%
Preço de venda5.015,0000100,00
ICMS na venda2.500,000018,00
PIS/COFINS902,70004,65
Comissões233, 19752,50
Despesas Administrativas125,37505,00
Lucro Desejado250,750020,00
Custo Total de Venda1.002.977550,15

O lucro é de R$ 1.003,00 sendo o valor arredondado.

E o utilizando o método Markup Divisor seria:

Markup Divisor = (100% – 50,15%)/100 = 49,85%/100 = 0,4985. O preço de venda seria (R$ 2.500,00/0,4985) = R$ 5.015,04 com o arredondamento do valor ficaria R$ 5.015,00.

Então por que entender como calcular o preço?

Calcular o preço do seu produto é um passo trivial para o empreendedor.

Assim como, estar ciente de todos os custos, impostos e investimentos que deverão ser feitos.

Por isso é de extrema importância saber como definir o preço de forma que torne o seu produto competitivo, justo e qualificado, e que primordialmente agregue valor ao seu negócio aos olhos dos consumidores.

Então, entendeu como calcular o preço do seu produto? Se ficou com alguma dúvida, deixe nos comentários.

Por: Suellen Viana, Técnica em Administração de Empresas pela ETEC de Embu das Artes, Suellen atua na área de Legalização de Empresas na Conube Contabilidade Online e ajuda centenas de pequenos empresários a iniciarem seus negócios.

Fonte: Conube