MEI: Saiba como Declarar o IRPF e DASN-SIMEI em 2021

0

Todos os anos as pessoas que estão enquadradas na modalidade de MEI-Microempreendedor Individual devem declarar o Imposto de Renda de Pessoa Física como também a declaração do Simples Nacional (DASN-SIMEI) na condição de pessoa jurídica.

É muito importante mencionar que a declaração do Simples Nacional não substitui a declaração de imposto de renda de Pessoa Física, então fique atento nesse artigo que vamos te orientar sobre o procedimento e critérios obrigatórios para você não perder o prazo de entrega das declarações.

Critérios para declarar o imposto de renda:

O MEI que se enquadrar nos critérios obrigatórios da Declaração de Imposto de Renda 2021 na condição de pessoa física deve entregar o processo até dia 30 de abril, nas seguintes situações:

  • Recebeu ou tem dependentes que receberam o auxílio emergencial em 2020 e registrou, no ano passado, mais de R$ 22.847,76 em rendimentos tributáveis, como renda como MEI, salários, pensões e benefícios do INSS;
  • Não recebeu nem teve dependentes que receberam o auxílio emergencial em 2020 e registrou, no ano passado, mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis;
  • Obteve receita bruta superior a R$ 142.798,50 com atividade rural;
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, superiores a R$ 40.000;
  • Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Teve, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil.

Declarando os ganhos no Imposto de Renda 2021:  

Existem duas formas do Microempreendedor individual declarar seus ganhos no IR deste ano, confira:

Metodologia contábil:

Direcionada para quem tem um controle de caixa, o MEI precisa montar uma planilha informando seus ganhos como também suas despesas mensais.

Calculado a diferença entre o faturamento e os custos, o microempreendedor chegará ao seu ganho real.

Esse lucro é declarado no Imposto de Renda, na categoria de Rendimentos isentos e não tributáveis.

Metodologia da Presunção:

Indicada para o MEI que não tem um controle de caixa. O governo nesse caso assume percentuais de rendimentos isentos com base na atividade que o micro empreendedor desenvolve:

  • 8% do faturamento: isento para comercio, industria e transporte de cargas;
  • 16% do faturamento: para transportes de passageiros;
  • 32% do faturamento: para serviços gerais.
Designed by @wichayada / Freepik
Designed by @wichayada / Freepik

Qual a melhor forma de declarar?

As duas formas são aceitas pela Receita Federal, porém a metodologia contábil é a mais aconselhada, pois oferece uma dimensão real do lucro do microempreendedor individual.

É importante lembrar que o MEI só precisa de declarar o IR se tiver
rendimentos isentos e não tributáveis acima de R$ 40 mil ou se enquadrar nas obrigatoriedades que citamos acima, porém aquele que mesmo assim optar em preencher o Imposto de Renda pode ter uma grande ajuda na hora de obter um crédito bancário.

Multa:

O MEI que deixar de declarar seu IR, poderá ter que pagar multa e juros. Caso for comprovado alguma fraude, essa multa poderá ser de 150%

Entenda o que é DASN-SIMEI:

A Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual, também conhecida como Declaração Anual de Faturamento, é uma das obrigações que o MEI deve cumprir anualmente.

Todo ano o Microempreendedor Individual deve declarar o valor do faturamento bruto, incluindo o valor total das vendas de mercadorias e serviços do ano anterior por meio da Declaração Anual.

O que o Microempreendedor deve informar?

Receita bruta total auferida no ano anterior;

Receita bruta obtida no ano anterior referente às atividades de comércio, indústria e serviço de transporte intermunicipal e interestadual;

Se teve empregado durante o período abrangido pela declaração.

Onde Declarar o DASN-SIMEI?

A Declaração Anual do MEI – DASN-SIMEI é realizada através do Portal portaldoempreendedor.gov.br, assim como os demais procedimentos para o Microempreendedor Individual, como inscrição, impressão de boletos, alteração e baixa.

Prazo de entrega da DASN-SIMEI 2021:

A entrega da declaração deverá ser feita entre 02 de janeiro e 31 de maio.

Fique atento pois o MEI que entregar a declaração fora do prazo fixado, ficará sujeito ao pagamento de multa, no valor mínimo de R$ 50,00 , ou de 2% ao mês-calendário ou fração, incidentes sobre o montante dos tributos decorrentes das informações prestadas na DASN-SIMEI.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.