Saiba como declarar venda de ações acima de R$ 20 mil

Você sabe se é preciso declarar venda de ações acima de 20 mil reais? Se você faz esse tipo de venda, é preciso entender como ficam as vendas no Imposto de Renda.

0

Se você investe em ações, é importante entender que é obrigatório declarar venda de ações acima de R$ 20 mil reais.

Para se manter organizado e facilitar no momento da declaração, recomendamos que você elabore uma planilha de todas as compras e vendas realizadas no ano passado.

Assim será mais fácil visualizar os valores isentos e os obrigatórios para declaração.

O jeito mais fácil de organizar essa planilha é dividindo-a em tipos de ações e tipos de venda, já que podemos falar em vendas comuns (mais a longo prazo), swing trade ou day trade.

Além disso, você já deve ter solicitado as notas de corretagem e DARF.

O que é nota de corretagem?

A nota de corretagem é o equivalente ao informe de rendimentos dos seus salários e conta bancária, por exemplo.

Ela nada mais é do que o extrato das suas operações de compra e venda de ações, por períodos de tempo e com a especificação dos custos dessas transações, como emolumentos e taxas de corretagem.

Quem investe com a ajuda de corretoras de valores pode conseguir esse documento com eles.

Esse documento é importante também quando falamos em DARF, já que o investidor que vende ações e tem lucro com elas, deve pagar Imposto de Renda até o último dia útil do mês seguinte ao da venda.

Isenção para vendas de até R$ 20 mil

Feita essa introdução sobre a importância da organização da documentação referente às suas transações, saiba que você só precisa declarar se o valor dessas vendas ultrapassaram R$ 20.000.

Se o valor total de todas as suas vendas dentro de um único mês não exceder R$ 20.000, você não precisará pagar Imposto de Renda sobre elas.

Contudo, ainda assim é preciso declarar, na aba de “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, no programa da Receita Federal, certo?

Além disso, o valor das vendas a ser considerado é o bruto — e não os lucros.

Ou seja, se o lucro foi de R$ 15.000, mas as vendas foram de R$ 25.000, é preciso declarar e não há isenção.

São números diferentes.

E lembre-se: nem todo investidor realiza vendas todos os meses, já que é um tipo de investimento para se considerar a longo prazo, como já citamos.

Se esse for o seu caso, nem precisa se preocupar.

imposto de renda 2020

Como declarar venda de ações acima de R$ 20 mil

Agora que você já sabe quando não pagará impostos sobre as vendas de suas ações, também já sabe que a partir de R$ 20.000 em vendas não há isenção.

Resumindo, é preciso declarar venda de ações acima de R$ 20 mil.

Para declará-las, é recomendado que você calcule e declare mensalmente, pois, se deixar para fazer tudo junto com o prazo do Imposto de Renda, no ano seguinte, pode perder dinheiro ao ter que pagar juros e multa.

Pensando nisso, a seguir você vai conhecer o passo a passo para declarar suas movimentações mensalmente.

1.  Na opção “Operações Comuns/Day Trade”, de acordo com a sua planilha de controle, declare o valor do lucro ou prejuízo do mês. Para ações comuns, utilize as informações apuradas para elas. Aqui, esqueça os prejuízos de Day Trade.

2.  Começando pelo mês de janeiro, verifique se você teve prejuízo no mês anterior (dezembro do outro ano), informando-o com sinal negativo, a seguinte maneira: -500,00.

3.  Para terminar, entre na opção “Consolidação do Mês” e confira se está sendo calculado com a alíquota certa.

4.  Se tiver Imposto de Renda retido na fonte, é preciso informá-lo em “IR fonte (Lei nº 11.033/2004) no mês”.

5.  Por último, no mês de dezembro, verifique quanto teve de IR retido na fonte (lembre-se que no mês de dezembro aparece o total retido no ano). Agora, some o que já foi recolhido nas vendas que superaram os R$ 20.000.

É preciso fazer esse procedimento em todas as suas transações, mês a mês.

Depois, há a outra etapa, realizada no mesmo prazo que todos os contribuintes já estão acostumados todos os anos.

Para isso, siga nosso passo a passo:

  • Entre na aba “Bens e Direitos” e selecione o código “31 – Ações”.
  • Especifique todas as suas ações.
  • Informe sua posição em dezembro dos últimos dois anos.

Lembre-se que isso deve ser feito para cada uma das suas transações.

Pronto! Dá um pouquinho mais de trabalho do que outras formas de investimento, mas o rendimento de ações – para quem sabe investir e é organizado – acaba sempre valendo a pena.

Dica Extra do Jornal Contábil : Aprenda a fazer Declaração de Imposto de Renda. Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana

Conheça nosso treinamento rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre IR. No curso você encontra:

Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade, videoaulas simples e didáticas,passo a passo de cada procedimento na prática. 

Tudo a sua disposição, quando e onde precisar. Não perca tempo, clique aqui e aprenda a fazer a declaração do Imposto de Renda.

Fonte: Leoa